Quinta, 18 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Morta por um câncer, Thais Bezerra recebe homenagens


Avatar

Publicado em 03 de abril de 2024
Por Jornal Do Dia Se


A colunista Thais Bezerra estava em tratamento de câncer de pulmão (Divulgação)

Milton Alves Júnior
 
Foi sepultado no final da tarde de ontem, em Aracaju, o corpo da jornalista Thaís Bezerra, referência na editoria de colunismo social desde o final da década de 1980. A notícia do óbito foi apresentada por familiares durante a madrugada, após a comunicadora lutar durante nove anos consecutivo contra um câncer no pulmão, diagnosticado no segundo semestre de 2015.
 Em respeito ao processo de desencarnação, a Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Alese), e Câmara Municipal de Aracaju (CMA), realizaram um minuto de silêncio durante o início das atividades legislativas. Votos de condolências também foram atribuídos à família pelo governador de Sergipe, Fábio Mitidieri, e pelo prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira.
No final da manhã, por volta das 11h30, a Prefeitura de Aracaju decretou luto oficial na capital sergipana sob a inscrição de número 7.557/24. O documento considera as contribuições prestadas por Thaís Bezerra ao município de Aracaju, através da sua função de jornalista, e reconhece a profissional como um dos mais importantes nomes do colunismo social de Sergipe, onde construiu uma trajetória de sucesso, fruto de uma carreira sólida. “Thais foi uma grande profissional da comunicação e, durante anos, inovou no colunismo social sergipano ao produzir, semanalmente, um caderno concorrido que levava o seu nome. Sem dúvida, foi uma grande perda e, por tudo o que ela representou para o nosso estado, prestamos essa última homenagem a essa grande mulher e profissional”, lamentou Edvaldo.
À tarde, a agência de notícias do Poder Executivo Estadual também publicou decreto de luto oficial de três dias pelo falecimento da jornalista. Pela administração estadual foi destacado o trabalho desenvolvido pela sergipana, sobretudo, na divulgação de artistas, produções culturais e registrando fatos da economia, política e sociedade. “O jornalismo sergipano perde hoje uma desbravadora da notícia e do colunismo social. Thaís Bezerra foi pioneira em sua profissão e em sua jornada, com sua escrita ligeira, precisa e livre, como a vida deve ser. Após nove anos de luta contra um câncer, TB brilhará em outro plano. Que Deus a receba com generosidade e conforte amigos e familiares”, escreveu o governador.
 
Reconhecimento – Por intermédio de nota pública, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Sergipe (Sindijor/SE) e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) destacaram: “Combatente e aguerrida na luta contra um câncer no pulmão, nesta terça-feira sua caminhada foi encerrada. Ao longo das últimas cinco décadas de dedicação ao jornalismo sergipano assumiu protagonismo em decorrência do seu mais alto gabarito funcional, sobretudo, na editoria do colunismo social. Detentora de postura acolhedora, deixa um legado de dedicação e amor às respectivas atuações profissionais. Emitimos os mais sinceros e fraternos votos de pesar aos familiares e amigos. Rogamos para que eles possam encontrar conforto nesse momento em que as palavras se apequenam diante da tristeza, bem como da grandeza desta ícone da comunicação sergipana.”
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade