**PUBLICIDADE
Publicidade

Mulher é presa acusada de tráfico em Socorro


Avatar

Publicado em 30 de dezembro de 2023
Por Jornal Do Dia Se


Agentes da Polícia Civil com atuação no Departamento de Narcóticos (Denarc), prenderam uma mulher acusada de promover o tráfico de drogas no conjunto Marcos Freire I, município de Nossa Senhora do Socorro, região metropolitana de Aracaju. A confirmação desta abordagem foi apresentada na manhã de ontem pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), a qual revelou ainda que a prisão foi em flagrante, e, em posse da suspeita, foram apreendidos 11 quilos de maconha do tipo ‘skunk’. Responsável por coordenar as investigações e movimento de abordagem da acusada, o delegado Ataíde Alves destacou que os trabalhos de investigação começaram em virtude de denúncias anônimas compartilhadas nos últimos meses.
“A denúncia gerou algumas diligências por parte da equipe do Denarc e, na quarta-feira, conseguimos apreender a droga, duas balanças de precisão e celulares. O que verificamos no local bateu com o teor da denúncia, então a mulher foi autuada em flagrante por tráfico de drogas”, destacou o delegado. No momento da abordagem, conforme esclarecido pela Superintendência da Polícia Civil, não houve resistência por parte da mulher que não teve o nome revelado pela SSP. Seguindo os trâmites previstos neste tipo de ocorrência, a acusada será submetida a audiência de custódia, onde o Poder Judiciário deve deliberar se a prisão em flagrante é convertida em preventiva; caso este seja a ordem, a réu será transferida para unidade penitenciária feminina.
A mulher vai responder por tráfico ilícito de entorpecentes. Previsto no artigo 33 do Código Penal, cabe pena de reclusão entre 5 e 15 anos, por exemplo, para quem preparar, produzir, vender, oferecer, ter em depósito, transportar, guardar, prescrever, ministrar, entregar a consumo ou fornecer drogas. Mesmo com a principal suspeita presa, o governo do estado pede que denúncias anônimas contendo informações capazes de colaborar com os estudos, sejam apresentadas ao setor de inteligência da Polícia Civil. O compartilhamento destes dados deve ser feito a qualquer hora do dia por meio do Disque-Denúncia (181). O sigilo é garantido. Profissionais do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP 190) também permanecem à disposição para encaminhar as informações para o setor de inteligência da Polícia Civil.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade