QUEM ESTARÁ FORTE EM 16 DE NOVEMBRO?

Rômulo Rodrigues

 

* Rômulo Rodrigues
O dia posterior ao aniversário da proclamação da República deverá amanhecer com a predominância da cor avermelhada no horizonte do Brasil e ao anoitecer, estrelas brilharão nos céus de várias capitais, grandes, médias, pequenas e diminutas cidades; reafirmando o que já é uma realidade brasileira: o PT é o partido da esperança do povo e não vai ter mais campanha insidiosa e odienta que faça o povo se afastar do partido que luta sempre por ele.
Como a verdade às vezes tarda, mas não falha, a realidade mostra que começam a cair, uma a uma, as mentirosas acusações contra Lula, Dilma e o PT e a lei do retorno vai fazer com que a justiça seja obrigada a se impor.
Lembremo-nos que por aqui passou uma delegada - vá de retro satanás - da polícia federal, ocupando o cargo de superintendente, lavajatista de quatro costados, que levou com sua perseguição criminosa e insana, um honrado reitor ao suicídio lá em Santa Catarina, e agora se vê desmoralizada pela autorização do STF para que seja erguido um busto do honrado reitor, na entrada da reitoria da Universidade federal de Santa Catarina e, quem sabe, a cobra venenosa fique a se enroscar pelos jardins de outro campus ou, contar bravatas em tertúlias com o criminoso japonês da federal, que já teve seus dias de glórias. Será a lei do retorno.
Trazendo a análise e os reflexos da realidade para o nosso quintal, o PT não será abatido pelas serpentes venenosas que foram criadas para extingui-lo do mapa político e a delegada já se mandou iludida pelo canto das sereias de Sergio Moro, deixou apenas um ovo de serpente eclodido e que precisamos mandar para estudos no Butantã. Não precisa dizer o nome, basta acompanhar a petulância e arrogância da distinta.
O PT esbanjando vigor apresenta 23 candidatos e candidatas às prefeituras no Estado, 22 postulantes a vice e dezenas de vereadores e vereadoras.
Vai acordar a manhã ensolarada de 16 de novembro de 2020 como o partido mais votado em todo Sergipe e com cacife para dizer em 2022 "alto lá, acabou o recreio e agora é hora de prova final; se querem disputar eleições gerais, falem baixo, pisem mansinho e botem as fichas na mesa. Aqui só fala alto quem tiver garrafas para contar pois acabou a era do blefe, aqui não é jogo de truco".
Quem quiser medir o tamanho do Partido dos trabalhadores, cuidado para não tomar susto e se estatelar de costas. Comece a contar pela capital, dê um pulo até Nossa Senhora do Socorro e depois estique até Itabaiana e Estância.
Dê uma pausa para respirar, vá para Umbaúba, dê uma passada em Poço Redondo e Canindé do São Francisco, volte por Nossa Senhora de Lourdes, Feira Nova, vá até Ribeirópolis e depois cruze a BR para ir a Santo Amaro das Brotas, General Maynard, Maruim, Rosário do Catete; vá até Japaratuba e na volta dê um pulo em Malhada dos Bois.
Para completar o périplo, dê uma esticadinha até São Domingos, um devorteio para Salgado e siga para Pedrinhas e tome o rumo de Tomar do Geru e na volta, uma parada em Cristinápolis e aproveite para fazer um abastecimento de frutas, legumes e verduras ao longo da BR 101, até criar coragem para fazer a verificação na linda Indiaroba e dar uma olhada de relance nos nomes dos mais de uma dezena de candidatos a vice em parcerias de muito respeito com outros partidos aliados.
Encerrado o passeio, descanse bastante e no outro dia gaste mais energia indo a Telha, Pirambú e Barra dos Coqueiros, para fazer as contas de quantos alforjes precisa para encher de votos, sem contar a ruma de vereadores que estarão eleitos para a festa ser mais bonita.
O PT terá dialogado como bem mais da metade do eleitorado sergipano e colhido os frutos de tê-los alertado das ondas de mentiras que um conluio de ministros de supremas cortes, procuradores federais, delegados e policiais federais, generais e a mídia patronal difundiram para cassar o mandato de uma presidenta honesta e prender e impedir que o melhor presidente da história do País e um dos maiores líderes mundiais do século 21, disputasse e ganhasse uma eleição.
Esses canalhas, canalhas, canalhas conseguiram arrebanhar uma multidão de 57,5 milhões de pessoas, transformá-las em obedientes bovinos para legitimar um dos maiores saques a uma economia sólida para favorecerem um único País e várias empresas transnacionais de Petróleo.
Este ano de 2020 será histórico. É nele que, pacificamente, vamos dar um passo gigante para reconquistar a independência perdida e começar a reconstruir uma economia que já era para ser a quinta do mundo e que, por traição de todos os citados ostenta, novamente, o galardão de País integrante do mapa da fome da ONU.
A luta será de longas batalhas, mas, comecemos pela primeira delas: não deixar que o Estado policialesco se instale em nossa capital e mandar de volta para sua mesa de delegacia a Dra. Danielle Garcia e dizer bem alto: lugar de delegada é na labuta honrosa da polícia judiciária, onde ela não teve coragem de lutar quando os do partido moderador tiraram suas prerrogativas e de seus pares.
Um dado novo de fonte científica: Lula não está morto e vai influenciar muito nas eleições em 2020.
* Rômulo Rodrigues é militante político

* Rômulo Rodrigues

O dia posterior ao aniversário da proclamação da República deverá amanhecer com a predominância da cor avermelhada no horizonte do Brasil e ao anoitecer, estrelas brilharão nos céus de várias capitais, grandes, médias, pequenas e diminutas cidades; reafirmando o que já é uma realidade brasileira: o PT é o partido da esperança do povo e não vai ter mais campanha insidiosa e odienta que faça o povo se afastar do partido que luta sempre por ele.
Como a verdade às vezes tarda, mas não falha, a realidade mostra que começam a cair, uma a uma, as mentirosas acusações contra Lula, Dilma e o PT e a lei do retorno vai fazer com que a justiça seja obrigada a se impor.
Lembremo-nos que por aqui passou uma delegada - vá de retro satanás - da polícia federal, ocupando o cargo de superintendente, lavajatista de quatro costados, que levou com sua perseguição criminosa e insana, um honrado reitor ao suicídio lá em Santa Catarina, e agora se vê desmoralizada pela autorização do STF para que seja erguido um busto do honrado reitor, na entrada da reitoria da Universidade federal de Santa Catarina e, quem sabe, a cobra venenosa fique a se enroscar pelos jardins de outro campus ou, contar bravatas em tertúlias com o criminoso japonês da federal, que já teve seus dias de glórias. Será a lei do retorno.
Trazendo a análise e os reflexos da realidade para o nosso quintal, o PT não será abatido pelas serpentes venenosas que foram criadas para extingui-lo do mapa político e a delegada já se mandou iludida pelo canto das sereias de Sergio Moro, deixou apenas um ovo de serpente eclodido e que precisamos mandar para estudos no Butantã. Não precisa dizer o nome, basta acompanhar a petulância e arrogância da distinta.
O PT esbanjando vigor apresenta 23 candidatos e candidatas às prefeituras no Estado, 22 postulantes a vice e dezenas de vereadores e vereadoras.
Vai acordar a manhã ensolarada de 16 de novembro de 2020 como o partido mais votado em todo Sergipe e com cacife para dizer em 2022 "alto lá, acabou o recreio e agora é hora de prova final; se querem disputar eleições gerais, falem baixo, pisem mansinho e botem as fichas na mesa. Aqui só fala alto quem tiver garrafas para contar pois acabou a era do blefe, aqui não é jogo de truco".
Quem quiser medir o tamanho do Partido dos trabalhadores, cuidado para não tomar susto e se estatelar de costas. Comece a contar pela capital, dê um pulo até Nossa Senhora do Socorro e depois estique até Itabaiana e Estância.
Dê uma pausa para respirar, vá para Umbaúba, dê uma passada em Poço Redondo e Canindé do São Francisco, volte por Nossa Senhora de Lourdes, Feira Nova, vá até Ribeirópolis e depois cruze a BR para ir a Santo Amaro das Brotas, General Maynard, Maruim, Rosário do Catete; vá até Japaratuba e na volta dê um pulo em Malhada dos Bois.
Para completar o périplo, dê uma esticadinha até São Domingos, um devorteio para Salgado e siga para Pedrinhas e tome o rumo de Tomar do Geru e na volta, uma parada em Cristinápolis e aproveite para fazer um abastecimento de frutas, legumes e verduras ao longo da BR 101, até criar coragem para fazer a verificação na linda Indiaroba e dar uma olhada de relance nos nomes dos mais de uma dezena de candidatos a vice em parcerias de muito respeito com outros partidos aliados.
Encerrado o passeio, descanse bastante e no outro dia gaste mais energia indo a Telha, Pirambú e Barra dos Coqueiros, para fazer as contas de quantos alforjes precisa para encher de votos, sem contar a ruma de vereadores que estarão eleitos para a festa ser mais bonita.
O PT terá dialogado como bem mais da metade do eleitorado sergipano e colhido os frutos de tê-los alertado das ondas de mentiras que um conluio de ministros de supremas cortes, procuradores federais, delegados e policiais federais, generais e a mídia patronal difundiram para cassar o mandato de uma presidenta honesta e prender e impedir que o melhor presidente da história do País e um dos maiores líderes mundiais do século 21, disputasse e ganhasse uma eleição.
Esses canalhas, canalhas, canalhas conseguiram arrebanhar uma multidão de 57,5 milhões de pessoas, transformá-las em obedientes bovinos para legitimar um dos maiores saques a uma economia sólida para favorecerem um único País e várias empresas transnacionais de Petróleo.
Este ano de 2020 será histórico. É nele que, pacificamente, vamos dar um passo gigante para reconquistar a independência perdida e começar a reconstruir uma economia que já era para ser a quinta do mundo e que, por traição de todos os citados ostenta, novamente, o galardão de País integrante do mapa da fome da ONU.
A luta será de longas batalhas, mas, comecemos pela primeira delas: não deixar que o Estado policialesco se instale em nossa capital e mandar de volta para sua mesa de delegacia a Dra. Danielle Garcia e dizer bem alto: lugar de delegada é na labuta honrosa da polícia judiciária, onde ela não teve coragem de lutar quando os do partido moderador tiraram suas prerrogativas e de seus pares.
Um dado novo de fonte científica: Lula não está morto e vai influenciar muito nas eleições em 2020.

* Rômulo Rodrigues é militante político


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS