Estado recebe novas doses das vacinas contra a Covid-19

Geral


  • Funcionários conferem lotes de vacina no aeroporto de Aracaju

  • VIATURAS DA POLÍCIA FEDERAL PROTEJEM CAMINHÃO QUE RECOLHEU AS VACINAS NO AEROPORTO DE ARACAJU; GOVERNO AINDA ESPERA ESTA SEMANA NOVE MIL DOSES DA CORONAVAC

 

O Estado de Sergipe recebeu ontem uma nova remessa de vacinas contra o novo coronavírus para imunização de trabalhadores da saúde e idosos na faixa dos 80 anos. Foram 16.500 doses da vacina Astrazeneca. Desse total, serão distribuídas 5.410 para os trabalhadores da saúde, o que corresponde a 8% do total deles no estado, e 10.244 para idosos com idade entre 85 e 89 anos, contemplando 100% deste público.
Ainda são esperadas 9 mil doses da Coronavac destinadas aos idosos de 80 a 84 anos. Serão contempladas 4.309 pessoas nesta faixa etária, o que corresponde a 24% do público-alvo. A vacina Coronavac deve chegar hoje a Aracaju, de acordo com a previsão do Ministério da Saúde.O total das duas remessas soma 25.500 doses do imunobiológico, alcançando um público total de 19.963 pessoas, conforme consta no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.
Na primeira remessa, em janeiro deste ano, o Estado recebeu 48.880 doses da Coronavac e iniciou o processo de imunização de 24.440 pessoas, já que há a necessidade de se resguardar a segunda dose. Na remessa seguinte, Sergipe recebeu 8.800 doses também da Coronavac para a vacinação de 4.400 pessoas e mais 19 mil da Astrazeneca (Fiocruz) destinada à imunização de 9.500 idosos com idade de 90 anos a mais.
Praticamente 100% das doses já recebidas foram distribuídas com os municípios. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) armazena apenas 5% do total recebido, seguindo protocolo do Ministério. Essa reserva é destinada à reposição de doses, quando necessário.
Vacinação - A cobertura vacinal avança nos grupos prioritários. Nos trabalhadores da saúde, 78,6% da primeira dose enviada foi aplicada e 73,6% da segunda dose. Quanto aos idosos que vivem em instituições de longa permanência, 105% da primeira dose enviada foi aplicada e 95,6% da segunda dose. Nos índios aldeados da tribo Xocó, em Porto da Folha, 96% da primeira dose enviada foi aplicada e 85% da segunda dose
Já com relação aos idosos acima de 90 anos, 91% da vacina enviada para primeira dose já foi aplicada. Ainda não começou a vacinação da segunda dose por causa do intervalo de tempo necessário.

O Estado de Sergipe recebeu ontem uma nova remessa de vacinas contra o novo coronavírus para imunização de trabalhadores da saúde e idosos na faixa dos 80 anos. Foram 16.500 doses da vacina Astrazeneca. Desse total, serão distribuídas 5.410 para os trabalhadores da saúde, o que corresponde a 8% do total deles no estado, e 10.244 para idosos com idade entre 85 e 89 anos, contemplando 100% deste público.
Ainda são esperadas 9 mil doses da Coronavac destinadas aos idosos de 80 a 84 anos. Serão contempladas 4.309 pessoas nesta faixa etária, o que corresponde a 24% do público-alvo. A vacina Coronavac deve chegar hoje a Aracaju, de acordo com a previsão do Ministério da Saúde.O total das duas remessas soma 25.500 doses do imunobiológico, alcançando um público total de 19.963 pessoas, conforme consta no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.
Na primeira remessa, em janeiro deste ano, o Estado recebeu 48.880 doses da Coronavac e iniciou o processo de imunização de 24.440 pessoas, já que há a necessidade de se resguardar a segunda dose. Na remessa seguinte, Sergipe recebeu 8.800 doses também da Coronavac para a vacinação de 4.400 pessoas e mais 19 mil da Astrazeneca (Fiocruz) destinada à imunização de 9.500 idosos com idade de 90 anos a mais.
Praticamente 100% das doses já recebidas foram distribuídas com os municípios. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) armazena apenas 5% do total recebido, seguindo protocolo do Ministério. Essa reserva é destinada à reposição de doses, quando necessário.

Vacinação - A cobertura vacinal avança nos grupos prioritários. Nos trabalhadores da saúde, 78,6% da primeira dose enviada foi aplicada e 73,6% da segunda dose. Quanto aos idosos que vivem em instituições de longa permanência, 105% da primeira dose enviada foi aplicada e 95,6% da segunda dose. Nos índios aldeados da tribo Xocó, em Porto da Folha, 96% da primeira dose enviada foi aplicada e 85% da segunda dose
Já com relação aos idosos acima de 90 anos, 91% da vacina enviada para primeira dose já foi aplicada. Ainda não começou a vacinação da segunda dose por causa do intervalo de tempo necessário.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS