52 pacientes aguardam vagas em UTIs de Sergipe

Geral


  • Ato simbólico do movimento sindical prestou solidariedade às famílias dos 340 mil brasileiros que perderam seus entes para a covid-19 no Brasil; a praça General Valadão ficou repleta de cruzes no chão

 

Gabriel Damásio
Após uma ação mo
vida na Justiça pelos 
Ministérios Públicos Federal e Estadual, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) começou a divulgar dados relacionados à lista de espera de pacientes que aguardam vagas nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI). No boletim divulgado anteontem, eram 52 pacientes graves à espera de um leito, sendo 41 em hospitais públicos e 11 na rede privada. 
Desse total, 10 estavam internados no Hospital Nestor Piva (Zona Norte), 16 no Fernando Franco (Zona Sul), sete no Regional José Franco(Nossa Senhora do Socorro), dois no Regional de Propriá, cinco no Garcia Moreno (Itabaiana), um no Regional João Alves Filho (Nossa Senhora da Glória), quatro no Renascença, um no Primavera e seis no da Unimed. 
Enquanto isso, a taxa de ocupação de pacientes nas UTIs está no limite do colapso. Nas unidades da rede pública, são 217 pessoas internadas em estado grave, perfazendo uma ocupação de 95,6%. Os hospitais que bateram 100% de ocupação nas áreas de Covid-19 foram os Universitários de Aracaju (HU) e Lagarto (HUL), o da Policia Militar (HPM), o Regional Jessé Fontes (Estância), o Nossa Senhora da Conceição (Lagarto), o São José, o Renascença e o do Coração (em seus leitos contratados pelo SUS. Nos outros hospitais, há apenas 10 leitos livres de UTI. 
Já nos hospitais particulares, a taxa de ocupação das UTIs passou do limite e fechou em 101%. Quatro deles estão com suas unidades superlotadas: São Lucas/Adulto (152,5% de ocupação), Hospital de Cirurgia - IPES (105%), Renascença (125%), e Unimed (108,3%). Nestes locais, os pacientes excedentes encontram-se em leito de contingenciamento. Ao todo, são 169 pacientes graves internados para 167 leitos. 

Gabriel Damásio

Após uma ação mo vida na Justiça pelos  Ministérios Públicos Federal e Estadual, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) começou a divulgar dados relacionados à lista de espera de pacientes que aguardam vagas nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI). No boletim divulgado anteontem, eram 52 pacientes graves à espera de um leito, sendo 41 em hospitais públicos e 11 na rede privada. 
Desse total, 10 estavam internados no Hospital Nestor Piva (Zona Norte), 16 no Fernando Franco (Zona Sul), sete no Regional José Franco(Nossa Senhora do Socorro), dois no Regional de Propriá, cinco no Garcia Moreno (Itabaiana), um no Regional João Alves Filho (Nossa Senhora da Glória), quatro no Renascença, um no Primavera e seis no da Unimed. 
Enquanto isso, a taxa de ocupação de pacientes nas UTIs está no limite do colapso. Nas unidades da rede pública, são 217 pessoas internadas em estado grave, perfazendo uma ocupação de 95,6%. Os hospitais que bateram 100% de ocupação nas áreas de Covid-19 foram os Universitários de Aracaju (HU) e Lagarto (HUL), o da Policia Militar (HPM), o Regional Jessé Fontes (Estância), o Nossa Senhora da Conceição (Lagarto), o São José, o Renascença e o do Coração (em seus leitos contratados pelo SUS. Nos outros hospitais, há apenas 10 leitos livres de UTI. 
Já nos hospitais particulares, a taxa de ocupação das UTIs passou do limite e fechou em 101%. Quatro deles estão com suas unidades superlotadas: São Lucas/Adulto (152,5% de ocupação), Hospital de Cirurgia - IPES (105%), Renascença (125%), e Unimed (108,3%). Nestes locais, os pacientes excedentes encontram-se em leito de contingenciamento. Ao todo, são 169 pacientes graves internados para 167 leitos. 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS