Investigado por homicídio em Santa Rosa é preso em Maceió

Geral


  • Thiago Pereira Gonçalves foi preso em Maceió

 

Após investigações da Delegacia de Santa Rosa de Lima, policiais civis da Divisão Especial de Investigação e Captura (Deic), de Alagoas, prenderam Thiago Pereira Gonçalves, conhecido como "Psi". Ele é investigado pela prática do homicídio que vitimou Lucas dos Santos Lima. O suspeito foi preso ontem de manhã, no local de trabalho, em Maceió (AL).
Segundo a delegada Nayanna Batalha, o crime ocorreu no dia 11 de outubro de 2020. As investigações apontaram que o suspeito pretendia matar um desafeto com que disputava espaço para a venda de drogas na cidade de Riachuelo. Mas, por erro do investigado, Lucas foi atingido e veio a óbito.
O suspeito já havia sido preso no dia 5 de março de 2012 pela prática de roubo majorado em Aracaju. Já em 13 de agosto daquele ano, ele conseguiu fugir de uma unidade do sistema prisional. No dia 3 de outubro de 2012, foi detido por tráfico de drogas na capital sergipana. Em 11 de junho de 2019 foi preso por roubo em Itabaiana.
São Paulo - Em outra diligência, num trabalho integrado entre a Delegacia Regional de Lagarto e o 1º Pelotão da Polícia Militar de São Paulo em Santa Gertrudes (SP), foi preso o suspeito de um homicídio ocorrido no Povoado Criolo, zona rural de Lagarto, em dezembro do ano passado. A vítima foi Patrício de Jesus Nascimento. O investigado estava foragido desde o mês de dezembro e foi capturado em Santa Gertrudes (SP) depois de troca de informações entre as polícias sergipana e paulista.
Segundo a delegada regional de Lagarto, Michele Araújo, as investigações começaram logo após o homicídio e mostraram que o suspeito teria ceifado a vida da vítima mediante facadas e a motivação teria sido relacionada a uma dívida existente entre ambos. "Com as evidências colhidas, identificamos a autoria e descobrimos que o suspeito havia fugido para o estado de São Paulo, tendo sido representada por sua prisão, decretada pelo Poder Judiciário. Após a emissão do Mandado de Prisão Preventiva, nossos investigadores se dedicaram a localizar o foragido e, com precisão, repassaram seu paradeiro para policiais militares paulistas, possibilitando a deflagração da operação policial que culminou com sua captura", explicou.
O preso foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Santa Gertrudes e a Polícia civil sergipana solicitará o recambiamento do preso a Sergipe, onde permanecerá à disposição da justiça.

Após investigações da Delegacia de Santa Rosa de Lima, policiais civis da Divisão Especial de Investigação e Captura (Deic), de Alagoas, prenderam Thiago Pereira Gonçalves, conhecido como "Psi". Ele é investigado pela prática do homicídio que vitimou Lucas dos Santos Lima. O suspeito foi preso ontem de manhã, no local de trabalho, em Maceió (AL).
Segundo a delegada Nayanna Batalha, o crime ocorreu no dia 11 de outubro de 2020. As investigações apontaram que o suspeito pretendia matar um desafeto com que disputava espaço para a venda de drogas na cidade de Riachuelo. Mas, por erro do investigado, Lucas foi atingido e veio a óbito.
O suspeito já havia sido preso no dia 5 de março de 2012 pela prática de roubo majorado em Aracaju. Já em 13 de agosto daquele ano, ele conseguiu fugir de uma unidade do sistema prisional. No dia 3 de outubro de 2012, foi detido por tráfico de drogas na capital sergipana. Em 11 de junho de 2019 foi preso por roubo em Itabaiana.

São Paulo - Em outra diligência, num trabalho integrado entre a Delegacia Regional de Lagarto e o 1º Pelotão da Polícia Militar de São Paulo em Santa Gertrudes (SP), foi preso o suspeito de um homicídio ocorrido no Povoado Criolo, zona rural de Lagarto, em dezembro do ano passado. A vítima foi Patrício de Jesus Nascimento. O investigado estava foragido desde o mês de dezembro e foi capturado em Santa Gertrudes (SP) depois de troca de informações entre as polícias sergipana e paulista.
Segundo a delegada regional de Lagarto, Michele Araújo, as investigações começaram logo após o homicídio e mostraram que o suspeito teria ceifado a vida da vítima mediante facadas e a motivação teria sido relacionada a uma dívida existente entre ambos. "Com as evidências colhidas, identificamos a autoria e descobrimos que o suspeito havia fugido para o estado de São Paulo, tendo sido representada por sua prisão, decretada pelo Poder Judiciário. Após a emissão do Mandado de Prisão Preventiva, nossos investigadores se dedicaram a localizar o foragido e, com precisão, repassaram seu paradeiro para policiais militares paulistas, possibilitando a deflagração da operação policial que culminou com sua captura", explicou.
O preso foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Santa Gertrudes e a Polícia civil sergipana solicitará o recambiamento do preso a Sergipe, onde permanecerá à disposição da justiça.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS