Aprovados 2021: alunos do ensino médio em tempo integral ingressam nas universidades públicas

Geral


  • Nataly Silva comemora aprovação

  • Com a divulgação do resultado do Sisu, estudantes da rede estadual de Sergipe comemoram o ingresso em CURSOS DE PONTA EM universidades públicas de todo o país

 

Com a divulgação da primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), os alunos do ensino médio em tempo integral estão em clima de festa com os resultados. A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) contabiliza aprovados em todas as unidades que ofertam o modelo de ensino. Desde sua implantação, o ensino médio em tempo integral vem gerando um crescente avanço no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
Primeiro lugar em Medicina na Universidade Federal de Sergipe (UFS), concorrendo entre candidatos do ensino médio em escolas públicas, o estudante Williston Augusto de Jesus Augustinho, do Centro de Excelência Miguel das Graças, em São Miguel do Aleixo, tem uma história que se confunde com a de muitos outros jovens que almejam o melhor para o futuro. "Por meio do integral consegui realizar esse sonho de dar uma realidade melhor para minha família e de conquistar algo que ninguém da minha linhagem tinha conquistado. Essa possibilidade de poder sonhar quem me deu foi o Integral, e eu só tenho a agradecer a todos que fizeram parte dessa jornada, como professores e equipe diretiva", declarou.
Alcançando o segundo lugar em Medicina na UFS, concorrendo com candidatos de escolas públicas, o estudante João Gabriel de Oliveira Santos, egresso do Centro de Excelência Dr. Milton Dortas e do Curso Pré-Universitário, em Simão Dias, Centro-Sul Sergipano, também não escondeu sua felicidade
A divulgação dos resultados tem gerado uma grande mobilização por parte das equipes escolares para identificar e computar a quantidade de aprovados, como acontece no Centro de Excelência Manoel Messias Feitosa, de Nossa Senhora da Glória, no Alto Sertão Sergipano. O diretor da unidade, professor Pedro Jonathan Santos Santana, informa que até o momento mais de 20 alunos foram aprovados. "E a gente está com uma expectativa muito boa, porque na última edição do Sisu tivemos um índice de aprovação muito bom", recordou ele, elencando as opções de cursos escolhidas pelos alunos: Engenharia Elétrica, Psicologia, Engenharia Civil, Arquitetura, Engenharia florestal, Geografia, Administração, Engenharia Química.
A estudante Nataly Silva também celebra a aprovação. Egressa do Colégio Estadual Professor João Costa, de Aracaju, ela ficou em 1º lugar no curso de Teatro na UFS. Em entrevista ao programa Encontro, apresentado por Fátima Bernardes, lembrou como foi sua rotina com os estudos durante a pandemia, fazendo da dificuldade uma motivação. "É um sonho realizado", frisou a jovem.

Com a divulgação da primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), os alunos do ensino médio em tempo integral estão em clima de festa com os resultados. A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) contabiliza aprovados em todas as unidades que ofertam o modelo de ensino. Desde sua implantação, o ensino médio em tempo integral vem gerando um crescente avanço no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
Primeiro lugar em Medicina na Universidade Federal de Sergipe (UFS), concorrendo entre candidatos do ensino médio em escolas públicas, o estudante Williston Augusto de Jesus Augustinho, do Centro de Excelência Miguel das Graças, em São Miguel do Aleixo, tem uma história que se confunde com a de muitos outros jovens que almejam o melhor para o futuro. "Por meio do integral consegui realizar esse sonho de dar uma realidade melhor para minha família e de conquistar algo que ninguém da minha linhagem tinha conquistado. Essa possibilidade de poder sonhar quem me deu foi o Integral, e eu só tenho a agradecer a todos que fizeram parte dessa jornada, como professores e equipe diretiva", declarou.
Alcançando o segundo lugar em Medicina na UFS, concorrendo com candidatos de escolas públicas, o estudante João Gabriel de Oliveira Santos, egresso do Centro de Excelência Dr. Milton Dortas e do Curso Pré-Universitário, em Simão Dias, Centro-Sul Sergipano, também não escondeu sua felicidadeA divulgação dos resultados tem gerado uma grande mobilização por parte das equipes escolares para identificar e computar a quantidade de aprovados, como acontece no Centro de Excelência Manoel Messias Feitosa, de Nossa Senhora da Glória, no Alto Sertão Sergipano. O diretor da unidade, professor Pedro Jonathan Santos Santana, informa que até o momento mais de 20 alunos foram aprovados. "E a gente está com uma expectativa muito boa, porque na última edição do Sisu tivemos um índice de aprovação muito bom", recordou ele, elencando as opções de cursos escolhidas pelos alunos: Engenharia Elétrica, Psicologia, Engenharia Civil, Arquitetura, Engenharia florestal, Geografia, Administração, Engenharia Química.
A estudante Nataly Silva também celebra a aprovação. Egressa do Colégio Estadual Professor João Costa, de Aracaju, ela ficou em 1º lugar no curso de Teatro na UFS. Em entrevista ao programa Encontro, apresentado por Fátima Bernardes, lembrou como foi sua rotina com os estudos durante a pandemia, fazendo da dificuldade uma motivação. "É um sonho realizado", frisou a jovem.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS