Sergipe deu o primeiro passo, diz Elias Borges

Esporte

 

Sergipe deu o primeiro passo, diz Elias Borges
O treinador Elias Borges como profissional tem algumas manias. Uma deles é deixar o assistente assumir o seu posto no banco de reservas e assistir ao jogo das cadeiras ou arquibancadas. Era assim com Edmilson Santos em 1918, quando se sagrou campeão. Terça-feira na sua reestreia no time rubro, Borges agiu da mesma forma, deixando o assistente no banco e foi ver o jogo das arquibancadas do Roberto Santos. Ao final ele avaliou o jogo como "Jogo muito bom".
Foi um jogo muito bom, disputado. Você jogar na casa do adversário é sempre uma dificuldade grande. E a questão também do campo, né? Um time nosso que quer propor jogo, com a qualidade melhor de passe, foi muito prejudicado. Mas o que valeu mesmo foi a entrega dos jogadores. Aquela determinação de vencer a partida para alcançar nossa classificação. E graças a Deus que nós alcançamos sim. E o primeiro passo foi dado - afirmou o treinador.
O grande teste do time rubro e do treinador Elias Borges acontece neste sábado, quando enfrenta o grande rival, o Confiança. Convém lembrar que a última vitória do Sergipe sobre o Confiança foi em 1981, justamente quando Borges era técnico do Sergipe e se sagrou campeão estadual. De lá até agora só derrotas e empates. Elias espera quebrar essa escrita no próximo sábado.
- Tudo bem que a classificação já está garantida, mas a gente precisa melhorar a equipe em alguns aspectos e vamos sim, cobrar dos jogadores que eles deem seu melhor para que nós possamos fazer um grande jogo e vencer, que esse é o desejo de todos. Eu não gosto de time covarde. Essa questão de estar inferior em termos de plantel, para mim não entra em campo. O que entra em campo é atitude dos atletas, o esquema tático e a determinação dos jogadores. Claro que a gente sabe que sempre jogar com o Confiança, ou qualquer outro clube forte, aqui do estado é difícil, mas eu acredito na nossa equipe - finalizou Elias Borges.

O treinador Elias Borges como profissional tem algumas manias. Uma deles é deixar o assistente assumir o seu posto no banco de reservas e assistir ao jogo das cadeiras ou arquibancadas. Era assim com Edmilson Santos em 1918, quando se sagrou campeão. Terça-feira na sua reestreia no time rubro, Borges agiu da mesma forma, deixando o assistente no banco e foi ver o jogo das arquibancadas do Roberto Santos. Ao final ele avaliou o jogo como "Jogo muito bom".
Foi um jogo muito bom, disputado. Você jogar na casa do adversário é sempre uma dificuldade grande. E a questão também do campo, né? Um time nosso que quer propor jogo, com a qualidade melhor de passe, foi muito prejudicado. Mas o que valeu mesmo foi a entrega dos jogadores. Aquela determinação de vencer a partida para alcançar nossa classificação. E graças a Deus que nós alcançamos sim. E o primeiro passo foi dado - afirmou o treinador.
O grande teste do time rubro e do treinador Elias Borges acontece neste sábado, quando enfrenta o grande rival, o Confiança. Convém lembrar que a última vitória do Sergipe sobre o Confiança foi em 1981, justamente quando Borges era técnico do Sergipe e se sagrou campeão estadual. De lá até agora só derrotas e empates. Elias espera quebrar essa escrita no próximo sábado.
- Tudo bem que a classificação já está garantida, mas a gente precisa melhorar a equipe em alguns aspectos e vamos sim, cobrar dos jogadores que eles deem seu melhor para que nós possamos fazer um grande jogo e vencer, que esse é o desejo de todos. Eu não gosto de time covarde. Essa questão de estar inferior em termos de plantel, para mim não entra em campo. O que entra em campo é atitude dos atletas, o esquema tático e a determinação dos jogadores. Claro que a gente sabe que sempre jogar com o Confiança, ou qualquer outro clube forte, aqui do estado é difícil, mas eu acredito na nossa equipe - finalizou Elias Borges.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS