Artistas apontam AjuPlay como instrumento de fortalecimento do cenário cultural

Cultura

 

Lançado durante as comemorações do aniversário de Aracaju, em março, o AjuPlay pode ser acessado a partir de todos os dispositivos móveis conectados à internet. Shows, filmes, clipes, espetáculos de dança e teatro, esses são alguns dos conteúdos disponíveis na plataforma, a primeira de streaming com conteúdos produzidos por artistas locais.
A iniciativa foi idealizada pela Prefeitura de Aracaju, por meio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), como forma de divulgar a arte e a cultura local.Os artistas que já fazem parte do catálogo reconhecem a importância da iniciativa para suas carreiras e para o cenário cultural aracajuano.
Os conteúdos disponibilizados no AjuPlay foram contemplados nos editais emergenciais para auxílio aos artistas e trabalhadores da cultura, a exemplo do Janela Para as Artes, prêmio viabilizado através do incentivo da Lei Aldir Blanc.
Luca Piñeyro, ator e diretor de produção, em cartaz no AjuPlay com o monólogo "Pilatos, a Hora Nona", considera muito importante para a carreira e para o currículo artístico fazer parte de uma iniciativa municipal.
"Com o AjuPlay, há a possibilidade de alavancar a arte aracajuana a nível nacional, até além, pois no mundo digital as fronteiras se diluem. É uma plataforma que tem tudo para crescer e ser um ponto de propulsão da arte local", enfatiza.
Para o cantor Bruno Kelvernek, que está na plataforma com o show da banda Téssera, "é uma excelente forma de levar nosso trabalho ao público, de conferir os trabalhos dos colegas e de conhecer novos artistas".
Além de cantor, Bruno também é ator e professor de teatro. Segundo ele, o principal diferencial do AjuPlay é a possibilidade de fortalecer o cenário cultural aracajuano. "Eu já tive espetáculos e shows gravados e nunca recebi esse material. Agora, com o AjuPlay, posso acessar o vídeo em excelente qualidade, divulgar meu trabalho, mandar o link para um contratante, ou para um produtor. Essa iniciativa ajuda a transformar para melhor o cenário artístico aqui em Aracaju, em diversos aspectos", analisa.

Lançado durante as comemorações do aniversário de Aracaju, em março, o AjuPlay pode ser acessado a partir de todos os dispositivos móveis conectados à internet. Shows, filmes, clipes, espetáculos de dança e teatro, esses são alguns dos conteúdos disponíveis na plataforma, a primeira de streaming com conteúdos produzidos por artistas locais.
A iniciativa foi idealizada pela Prefeitura de Aracaju, por meio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), como forma de divulgar a arte e a cultura local.Os artistas que já fazem parte do catálogo reconhecem a importância da iniciativa para suas carreiras e para o cenário cultural aracajuano.
Os conteúdos disponibilizados no AjuPlay foram contemplados nos editais emergenciais para auxílio aos artistas e trabalhadores da cultura, a exemplo do Janela Para as Artes, prêmio viabilizado através do incentivo da Lei Aldir Blanc.
Luca Piñeyro, ator e diretor de produção, em cartaz no AjuPlay com o monólogo "Pilatos, a Hora Nona", considera muito importante para a carreira e para o currículo artístico fazer parte de uma iniciativa municipal.
"Com o AjuPlay, há a possibilidade de alavancar a arte aracajuana a nível nacional, até além, pois no mundo digital as fronteiras se diluem. É uma plataforma que tem tudo para crescer e ser um ponto de propulsão da arte local", enfatiza.
Para o cantor Bruno Kelvernek, que está na plataforma com o show da banda Téssera, "é uma excelente forma de levar nosso trabalho ao público, de conferir os trabalhos dos colegas e de conhecer novos artistas".
Além de cantor, Bruno também é ator e professor de teatro. Segundo ele, o principal diferencial do AjuPlay é a possibilidade de fortalecer o cenário cultural aracajuano. "Eu já tive espetáculos e shows gravados e nunca recebi esse material. Agora, com o AjuPlay, posso acessar o vídeo em excelente qualidade, divulgar meu trabalho, mandar o link para um contratante, ou para um produtor. Essa iniciativa ajuda a transformar para melhor o cenário artístico aqui em Aracaju, em diversos aspectos", analisa.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS