Morre o ex-técnico e radialista Ribeiro Neto

Esporte

 

O futebol sergipano está de luto com a morte do cronista esportivo e técnico de futebol Ribeiro Neto. Com 70 anos, Ribeiro Neto foi mais uma vítima das complicações da Covid-19. O profissional da bola e da radiofonia estava hospitalizado há cerca de 20 dias. Passou mais de quatorze dias entubado, passando hemodiálise em virtude de problemas apresentado nos rins, mas apresentou melhoras, chegando a ser extubado na semana passada. Não respondendo a uma reação esperada pelo corpo clínico, voltou a ser sedado e entubado. 
Ribeiro Neto é natural de Itabuna-BA e fez carreira no estado de Sergipe, primeiro pelo futebol de salão. Em seguida trabalhou por mais de trinta anos como técnico de clubes do estado como Confiança, Sergipe, Lagartense, Maruinense, Vasco, Estanciano e América de Propriá. Ele conquistou quatro títulos estaduais com o Sergipe (1991, 1992, 1995 e 2003), um com o Confiança (1983) e um com o América (2007).
A FSF declarou luto oficial de três dias e um minuto de silêncio nas partidas entre Sergipe x Confiança e Lagarto x Itabaiana, válidas pela semifinal do Campeonato Sergipano.

O futebol sergipano está de luto com a morte do cronista esportivo e técnico de futebol Ribeiro Neto. Com 70 anos, Ribeiro Neto foi mais uma vítima das complicações da Covid-19. O profissional da bola e da radiofonia estava hospitalizado há cerca de 20 dias. Passou mais de quatorze dias entubado, passando hemodiálise em virtude de problemas apresentado nos rins, mas apresentou melhoras, chegando a ser extubado na semana passada. Não respondendo a uma reação esperada pelo corpo clínico, voltou a ser sedado e entubado. 
Ribeiro Neto é natural de Itabuna-BA e fez carreira no estado de Sergipe, primeiro pelo futebol de salão. Em seguida trabalhou por mais de trinta anos como técnico de clubes do estado como Confiança, Sergipe, Lagartense, Maruinense, Vasco, Estanciano e América de Propriá. Ele conquistou quatro títulos estaduais com o Sergipe (1991, 1992, 1995 e 2003), um com o Confiança (1983) e um com o América (2007).
A FSF declarou luto oficial de três dias e um minuto de silêncio nas partidas entre Sergipe x Confiança e Lagarto x Itabaiana, válidas pela semifinal do Campeonato Sergipano.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS