'Flor de Acuçena' chega às plataformas digitais

Cultura


  • Xote e baião

 

Vou te contar uma cu-
riosidade, caro leitor. 
A sexta-feira foi escolhida pelo mercado fonográfico como dia-padrão para lançamentos de singles, EPs e álbuns. Talvez você não saiba, mas a 'New Music Friday' foi adotada por empresas de 45 países como uma estratégia unificada para proteger os principais lançamentos da pirataria digital. É por isso - e não por coincidência - que você deve estar vendo uma grande quantidade de lançamentos sendo anunciados no mesmo dia da semana e, neste 07 de maio, não é diferente. Tem 'Flor de Acuçena', álbum de Bob Lelis, chegando às plataformas de streaming.
O álbum veio para quem ficou com gosto de quero mais, depois do lançamento de 'Tanta Beleza', há cerca de um mês. 'Flor de Acuçena' reúne o single e mais oito músicas inéditas autorais que, segundo Bob Lelis, falam de saudade, desejo, amor e das belezas do nosso estado. Ele revela qual foi a inspiração para o nome que batiza a nova obra. "O título faz referência a uma flor, e busca homenagear a nobreza, a altivez, a força, a elegância e a sensualidade das mulheres da nossa terra, que aparecem como inspiração ou personagens, na maioria das faixas", conta Bob Lelis - também conhecido como Iguassu Cândido, nas horas menos vagas.
Entre xotes e baiões, o estilo clássico tradicional da sergipanidade continua sendo defendido pelo agente cultural, idealizador da Rural do Forró. "Como um apaixonado que sou pelas nossas tradições culturais, não poderia estar em lugar diferente do forró, mote principal do palco aberto que é a nossa Rural. Como sempre fui guitarrista, busco incorporar linhas do meu instrumento principal às composições, como uma forma de dar minha identidade às músicas que ponho no mundo", afirma. Segundo o artista, o produtor musical sergipano Thiago Ribeiro procurou preservar essa característica em cada arranjo do álbum, gravado no estúdio Toco Y Me Voy.
Thiago Ribeiro assina linhas de baixo e de guitarra, assim como Saulo Ferreira e o próprio Bob Lelis. Outros instrumentistas também deixaram sua marca no álbum, como Fábio Cavalieri e Dog Bass. Na sanfona, tem sonoridade de Daniel Gomes e de Lucas Campelo; na bateria, Ricardo Machado e na percussão, Eudes Castro. Nos backings, Flora Rocha e Barbara Diara, além de Laura e Júlia Cândido - as jovens e talentosas filhas de Bob Lelis. A capa do álbum leva a assinatura da artista e designer Gabi Etinger.
Bob Lelis não esconde a expectativa positiva para o lançamento. "Fiquei feliz demais com a repercussão positiva do clipe e single 'Tanta Beleza'. Então, minha expectativa é que este trabalho, que segue a mesma linha de criação, também toque os corações das pessoas, acionando sua sensação de pertencimento em relação à nossa cultura regional", conclui. 
Para conhecer o trabalho, produzido a partir do fomento da Lei Aldir Blanc, através de edital da Funcaju, é possível acompanhar através do Instagram @bob_lelis_oficial ou do perfil do cantor nas plataformas de streaming.

Vou te contar uma cu- riosidade, caro leitor.  A sexta-feira foi escolhida pelo mercado fonográfico como dia-padrão para lançamentos de singles, EPs e álbuns. Talvez você não saiba, mas a 'New Music Friday' foi adotada por empresas de 45 países como uma estratégia unificada para proteger os principais lançamentos da pirataria digital. É por isso - e não por coincidência - que você deve estar vendo uma grande quantidade de lançamentos sendo anunciados no mesmo dia da semana e, neste 07 de maio, não é diferente. Tem 'Flor de Acuçena', álbum de Bob Lelis, chegando às plataformas de streaming.
O álbum veio para quem ficou com gosto de quero mais, depois do lançamento de 'Tanta Beleza', há cerca de um mês. 'Flor de Acuçena' reúne o single e mais oito músicas inéditas autorais que, segundo Bob Lelis, falam de saudade, desejo, amor e das belezas do nosso estado. Ele revela qual foi a inspiração para o nome que batiza a nova obra. "O título faz referência a uma flor, e busca homenagear a nobreza, a altivez, a força, a elegância e a sensualidade das mulheres da nossa terra, que aparecem como inspiração ou personagens, na maioria das faixas", conta Bob Lelis - também conhecido como Iguassu Cândido, nas horas menos vagas.
Entre xotes e baiões, o estilo clássico tradicional da sergipanidade continua sendo defendido pelo agente cultural, idealizador da Rural do Forró. "Como um apaixonado que sou pelas nossas tradições culturais, não poderia estar em lugar diferente do forró, mote principal do palco aberto que é a nossa Rural. Como sempre fui guitarrista, busco incorporar linhas do meu instrumento principal às composições, como uma forma de dar minha identidade às músicas que ponho no mundo", afirma. Segundo o artista, o produtor musical sergipano Thiago Ribeiro procurou preservar essa característica em cada arranjo do álbum, gravado no estúdio Toco Y Me Voy.
Thiago Ribeiro assina linhas de baixo e de guitarra, assim como Saulo Ferreira e o próprio Bob Lelis. Outros instrumentistas também deixaram sua marca no álbum, como Fábio Cavalieri e Dog Bass. Na sanfona, tem sonoridade de Daniel Gomes e de Lucas Campelo; na bateria, Ricardo Machado e na percussão, Eudes Castro. Nos backings, Flora Rocha e Barbara Diara, além de Laura e Júlia Cândido - as jovens e talentosas filhas de Bob Lelis. A capa do álbum leva a assinatura da artista e designer Gabi Etinger.
Bob Lelis não esconde a expectativa positiva para o lançamento. "Fiquei feliz demais com a repercussão positiva do clipe e single 'Tanta Beleza'. Então, minha expectativa é que este trabalho, que segue a mesma linha de criação, também toque os corações das pessoas, acionando sua sensação de pertencimento em relação à nossa cultura regional", conclui. 
Para conhecer o trabalho, produzido a partir do fomento da Lei Aldir Blanc, através de edital da Funcaju, é possível acompanhar através do Instagram @bob_lelis_oficial ou do perfil do cantor nas plataformas de streaming.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS