Aracaju conclui ciclo de primeira dose de vacina contra covid-19 para população em situação de rua

Cidades

 

Aracaju conclui ciclo de primeira dose de vacina contra covid-19 para população em situação de rua
Para garantir a saúde dos cidadãos que enfrentam a vivência da situação de rua, a Prefeitura de Aracaju, por meio das Secretarias Municipais da Assistência Social e da Saúde (SMS), cumpriu o primeiro ciclo de vacinação desse público contra a covid-19.
Desde o início da vacinação desse público, em junho deste ano, cerca de 368 pessoas em situação de rua maiores de 18 anos de idade, identificadas em moradias irregulares, abrigos institucionais e nos territórios,  foram imunizadas.
Esse está enquadrado nos critérios do Programa Municipal de Imunização para os grupos prioritários, como a população em geral, que englobou pessoas em situação de rua, por faixa etária, comorbidades ou aplicações nos abrigos.
De acordo com a secretária da Assistência social de Aracaju, Simone Passos, a pasta tem viabilizado condições de garantir não apenas a assistência social, mas, sobretudo, a saúde integral desses indivíduos.
Para que fosse possível atender a demanda foi necessária uma articulação intersetorial prévia entre a equipe do Programa Consultório na Rua - que já possuía dados dessas pessoas por meio de um cadastro no Sistema para Gestão de Secretaria da Saúde (IDS) -, e do Projeto Redução de Danos (PRD), junto ao Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro POP).
A aplicação da segunda dose da vacina está prevista para o mês de setembro. De acordo com a coordenadora do Consultório na Rua da SMS, Jayane Trindade, a segunda etapa de imunização seguirá as estratégias adotadas na primeira dose.

Para garantir a saúde dos cidadãos que enfrentam a vivência da situação de rua, a Prefeitura de Aracaju, por meio das Secretarias Municipais da Assistência Social e da Saúde (SMS), cumpriu o primeiro ciclo de vacinação desse público contra a covid-19.
Desde o início da vacinação desse público, em junho deste ano, cerca de 368 pessoas em situação de rua maiores de 18 anos de idade, identificadas em moradias irregulares, abrigos institucionais e nos territórios,  foram imunizadas.
Esse está enquadrado nos critérios do Programa Municipal de Imunização para os grupos prioritários, como a população em geral, que englobou pessoas em situação de rua, por faixa etária, comorbidades ou aplicações nos abrigos.
De acordo com a secretária da Assistência social de Aracaju, Simone Passos, a pasta tem viabilizado condições de garantir não apenas a assistência social, mas, sobretudo, a saúde integral desses indivíduos.
Para que fosse possível atender a demanda foi necessária uma articulação intersetorial prévia entre a equipe do Programa Consultório na Rua - que já possuía dados dessas pessoas por meio de um cadastro no Sistema para Gestão de Secretaria da Saúde (IDS) -, e do Projeto Redução de Danos (PRD), junto ao Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro POP).
A aplicação da segunda dose da vacina está prevista para o mês de setembro. De acordo com a coordenadora do Consultório na Rua da SMS, Jayane Trindade, a segunda etapa de imunização seguirá as estratégias adotadas na primeira dose.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS