Especialista reforçaimportância da populaçãose vacinar contra a covid-19

Cidades

 

Especialista reforça
importância da população
se vacinar contra a covid-19
A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), reforça a importância da população procurar os pontos de imunização para tomar a vacina contra a covid-19. Como já é notório e chancelado pela Organização Mundial da Saúde, quem não se vacina ou não completa o esquema vacinal, não coloca apenas a própria saúde em risco, mas também a de seus familiares e outras pessoas com quem tem contato, além de contribuir para aumentar a circulação da doenças e suas variantes.
 A infectologista da SMS, médica Fabrízia Tavares, lembra que a vacinação tem demonstrado uma redução significativa de novas infecções, internamentos e mortes pela covid-19. Contudo, a população deve continuar se dirigindo aos postos de vacinação para evitar complicações pela doença, isso porque existe uma preocupação, por parte das autoridades sanitárias, em relação à proliferação da variante Delta no Brasil, cepa mais contagiosa.
"A vacinação, com seu esquema completado, confere, sim, como já temos evidenciado em estudos robustos em diversos países, a efetividade nas reduções significativas dos internamentos e dos óbitos por covid-19. A questão primordial é que entendamos que quanto maior a cobertura vacinal, ou seja, quanto mais pessoas com seus esquemas completados das vacinas, menor é a circulação do vírus entre nós, minimizando a chance do aparecimento de novas variantes de interesse, e mais rápido é o retorno mais seguro e duradouro às atividades sociais e econômicas", destaca a médica.
Nesse sentido, a imunização é a medida farmacológica de maior eficácia disponível no mercado em todo o mundo para proteger as pessoas das complicações causadas pela Sars-Cov-2, a qual pode levar à morte.
Até o momento, Aracaju tem 471.970 pessoas vacinadas contra a covid-19, das quais 265.661 já estão com o esquema vacinal completo. Contudo, uma parcela da população ainda não foi vacinada, o que é preocupante, mesmo a SMS realizando campanhas exclusivas, a exemplo da repescagem, que visa vacinar o público que, por algum motivo, deixou de tomar o imunizante.

A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), reforça a importância da população procurar os pontos de imunização para tomar a vacina contra a covid-19. Como já é notório e chancelado pela Organização Mundial da Saúde, quem não se vacina ou não completa o esquema vacinal, não coloca apenas a própria saúde em risco, mas também a de seus familiares e outras pessoas com quem tem contato, além de contribuir para aumentar a circulação da doenças e suas variantes.
 A infectologista da SMS, médica Fabrízia Tavares, lembra que a vacinação tem demonstrado uma redução significativa de novas infecções, internamentos e mortes pela covid-19. Contudo, a população deve continuar se dirigindo aos postos de vacinação para evitar complicações pela doença, isso porque existe uma preocupação, por parte das autoridades sanitárias, em relação à proliferação da variante Delta no Brasil, cepa mais contagiosa.
"A vacinação, com seu esquema completado, confere, sim, como já temos evidenciado em estudos robustos em diversos países, a efetividade nas reduções significativas dos internamentos e dos óbitos por covid-19. A questão primordial é que entendamos que quanto maior a cobertura vacinal, ou seja, quanto mais pessoas com seus esquemas completados das vacinas, menor é a circulação do vírus entre nós, minimizando a chance do aparecimento de novas variantes de interesse, e mais rápido é o retorno mais seguro e duradouro às atividades sociais e econômicas", destaca a médica.
Nesse sentido, a imunização é a medida farmacológica de maior eficácia disponível no mercado em todo o mundo para proteger as pessoas das complicações causadas pela Sars-Cov-2, a qual pode levar à morte.
Até o momento, Aracaju tem 471.970 pessoas vacinadas contra a covid-19, das quais 265.661 já estão com o esquema vacinal completo. Contudo, uma parcela da população ainda não foi vacinada, o que é preocupante, mesmo a SMS realizando campanhas exclusivas, a exemplo da repescagem, que visa vacinar o público que, por algum motivo, deixou de tomar o imunizante.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS