Segunda, 15 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE


O grande irmão


Avatar

Publicado em 13 de março de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Uma imagem vale mais do que mil palavras (Divulgação)

Rian Santos
 
Nada contra o Big Brother Brasil. Num mundo ideal, todo mundo seria livre para se drogar como bem entendesse, com o veneno da própria preferência.
Nada contra. Mas a militância de plantão nas redes sociais, mobilizada pelo direito de consumir o reality show sem prejuízo das credenciais de intelectual progressista, desafia o bom humor de qualquer um. A chatice aborrece. Venha da esquerda, venha do centro, venha da direita.
Não deixa de ser curioso: em um post, a turba, motivada por suposta superioridade moral, acusa a Rede Globo de golpismo. No outro, adota o Big Brother Brasil, o programa mais enjoado da emissora, como plataforma para debater as políticas identitárias.
Sim, uma imagem vale mais do que mil palavras. Os memes compartilhados pelos justiceiros sociais, no entanto, pecam por falta de conexão com as pessoas de carne e osso.
Na ânsia de moldar o mundo – ao invés de mudá-lo, como queriam os progressistas ‘oldschool’ – e fazê-lo girar no compasso das próprias convicções, os valentes mandam qualquer um para a fogueira. Não há obra assinada por homem branco a salvo do escracho.
Uma coletânea da provocação, aliás, tem o potencial de reunir um repertório precioso. Chico Buarque é um que já provocou ranger de dentes ao cantar o amor baldio de um homem casado. A promessa de largar mulher e filhos para perseguir as batidas do coração – dois versos, no meio de um disco magnífico – foi tomada a sério por meia dúzia de malucos, um caso exemplar de irresponsabilidade afetiva. E por aí vai.
Nada contra o BBB. No interior de minha bolha, entretanto, Karol Konká , Gil do Vigor, uma tal Juliette, são nomes próprios dissociados de feições.
Enquanto os amigos com título de doutorado pendurado na parede reclamam o direito de se alienar do mundo real sem contudo serem tomados por alienados, os pretos, os pobres, as putas, as travestis matam um leão todo dia, alheios aos embates travados por gente bem nutrida.
Não sei nada do BBB. Suponho que uma nova edição do programa esteja sendo transmitida pela Rede Globo – há posts inflamados sobre afirmações criminosas dos seus personagens nas esquinas da internet. Folheio Orwell e penso que, de fato, a ignorância é uma dádiva.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE