Domingo, 21 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

O Programa Aprender Valor do Banco Central


Avatar

Publicado em 29 de março de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Saumíneo Nascimento
[email protected]

O Banco Central do Brasil tem um excelente programa educacional que foi criado em 2020, que já alcançou 5,6 milhões de estudantes matriculados em 23 mil escolas públicas. O nome do Programa é Aprender Valor que é uma iniciativa que leva educação financeira aos estudantes do ensino fundamental.
Um ponto destacado pelo Banco Central e que ressalto como fundamental, é que ensinar desde pequeno a importância de lidar bem com o dinheiro auxilia na criação de adultos mais conscientes. Com este programa do Banco Central, as crianças da rede pública de educação podem aprender a criar um orçamento, poupar recursos e avaliar quando e como usar o crédito com o apoio do Aprender Valor.
As escolas interessadas tiveram a oportunidade de se cadastrar no Aprender Valor até 31 de março para usufruir todos os recursos do programa ainda neste ano de 2024.
De acordo com o Banco Central, em 54% dos municípios brasileiros, há pelo menos uma escola participando do Aprender Valor.
O programa oferece gratuitamente às escolas participantes: 68 projetos escolares com aulas prontas para levar educação financeira para sala de aula; 4 cursos on-line para formação de professores e gestores; 2 testes por ano para avaliação do letramento financeiro dos estudantes.
É através do Programa Aprender Valor, que o Banco Central ajuda professores, escolas e redes de ensino a levar educação financeira para estudantes do ensino fundamental de todo o país. As escolas públicas que conseguiram fazer sua adesão até 31 de março conseguirão aproveitar com tranquilidade, ainda em 2024, todos os recursos didáticos oferecidos gratuitamente pelo programa.
O programa é destinado ao ensino fundamental (1º ao 9º ano) das escolas públicas brasileiras. No referido programa os professores de qualquer disciplina podem participar, sendo que no último percurso de formação de professores, há um itinerário específico de 5h para a aplicação de cada um dos grupos de projetos escolares.
O prazo para conclusão das formações termina no dia 31 de julho de 2024.
Conforme divulgado pelo Banco Central, no Aprender Valor, educadores e estudantes são convidados a refletir sobre comportamentos financeiros organizados no tripé PLA-POU-CRÉ: Planejar o uso de recursos, POUPAR ativamente e usar o CRÉDITO de forma responsável. A lógica do processo de inserção da educação financeira é a de que o conteúdo seja apresentado de forma transversal e integrada às disciplinas curriculares obrigatórias, como propõe a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), do Ministério da Educação (MEC).
Registre-se que o programa Aprender Valor leva educação financeira de forma gratuita também para os professores e gestores do ensino fundamental da rede pública.
De acordo com o Banco Central, os projetos escolares oferecidos pelo programa estão prontos para serem usados em sala de aula e integram a educação financeira às disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Geografia e História.
Este é um projeto que busca ampliar a cidadania financeira do nosso país, para eu seja possível preparar a nossa sociedade a bem cuidar de seus recursos financeiros.
É muito relevante que logo cedo tenhamos os nossos futuros cidadãos com domínio de conceitos elementares da importância de controlar a sua vida financeira, a compreensão sobre conceitos de demanda e oferta, riscos financeiros e outras informações necessárias nos quesitos das oportunidades financeiras.
A existência dessa necessidade de formação em educação financeira logo cedo e nas escolas é algo relevante, em face da existência de muitas pessoas que mesmo com formação de alto nível possuem dificuldades em gerir os seus recursos financeiros e econômicos. Uma prova disso são as estatísticas do programa Desenrola Brasil (Programa de Renegociação de Créditos Inadimplidos, criado pelo Governo Federal, com o objetivo de recuperar as condições de crédito de Devedores que possuem dívidas negativadas) que revelam que muitas pessoas conseguiram resolver seus problemas de excessivo endividamento através o referido programa.
Em minha opinião, dentro os principais tópicos que devem ser abordados pelos professores para os seus alunos, as noções de orçamento doméstico são necessárias em um programa como esse, claro que o nível de informação tem que ser bem didático, simples e que se encaixe no cotidiano das crianças para a exata noção do valor dos bens e serviços.
A discussão sobre os conceitos de preços e a noção de preços relativos são tópicos fundamentais em um programa de educação financeira para crianças e adolescentes.
Que o Programa Aprender Valor do Banco Central do Brasil seja bastante exitoso em seus propósitos.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade