Domingo, 14 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

OAB protocola denúncia de violência policial contra advogada


Avatar

Publicado em 08 de março de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Na manhã de ontem uma notícia-crime foi protocolada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB Seccional Sergipe), junto à Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE) contra o delegado Joel dos Santos Ferreira, lotado na 6ª Delegacia de São Cristóvão. Conforme a entidade, em novembro do ano passado houve uma flagrante violação de prerrogativas praticada pelo agente de segurança contra uma advogada no momento em que a profissional tentava falar em particular com o respectivo assessorado. Paralelo à negativa, neste momento o delegado teria segurado a advogada pelos braços e empurrado em direção à parede. Presente nos autos, o delegado ainda teria ameaçado o acusado e expulsado a advogada da delegacia.
A Ordem informou que a ação foi gravada e apresentada devidamente apresentada à SSP. Ainda de acordo com a OAB Sergipe, este caso de igual modo foi protocolado junto à Corregedoria de Polícia Civil, no controle externo da atividade policial – Ministério Público Estadual (MPE). O acusado não concedeu entrevistas sobre o assunto, mas em depoimento à Corregedoria, negou as agressões. Por nenhuma das partes envolvidas foi revelado o motivo de esta ocorrência ter sido divulgada apenas três meses após o fato; A Secretaria de Estado da Segurança Pública informou que o caso está em fase final de conclusão na Corregedoria-Geral da Polícia Civil. Após conclusão do inquérito, detalhes podem ser apresentados.
“O conteúdo da gravação feito pelo celular da advogada, constata-se, ainda, a irresignação dela após a agressão sofrida, além das manifestações verbais do delegado, o qual afirmou que pretendia “mandar um recado” para o cliente da advogada, o chamando de “moleque, homicida e ladrão”, além de tecer a seguinte afirmação: “eu vou me encontrar com você”. Não satisfeito, o delegado, mais uma vez em tom ameaçador, expulsou a advogada da unidade policial, asseverando: “saia da minha delegacia… fique ligada”. Paralelo às medidas adotadas, tramita perante o Conselho Seccional, o Processo Administrativo nº 26.0000.2023.006818-7. Até o momento não houve conclusão do inquérito policial, mesmo o boletim de ocorrência tendo sido registrado no mesmo dia do ocorrido”, informou a OAB.
A advogada responsável pela denúncia optou por não atender a imprensa e apresentar detalhes do caso. Segundo destacado pela profissional da advocacia, é preciso que a Ordem dos Advogados do Brasil e a própria estrutura de investigação da Polícia Civil possam dar seguimento às análises, sem que haja possível interferência paralela, a exemplo do apelo popular. Ela destacou que acredita na competência dos personagens envolvidos nesta apuração, e, que, em breve, o caso deve ser concluído pelo poder responsável. O JORNAL DO DIA segue à disposição do delegado Joel dos Santos Ferreira, para publicação de contraponto – na próxima edição -, caso seja de seu interesse.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade