**PUBLICIDADE
Publicidade

Operação da Secretaria da Fazenda busca coibir transporte irregular de mercadorias


Avatar

Publicado em 01 de dezembro de 2023
Por Jornal Do Dia Se


Uma operação da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária (DER) e a Companhia Fazendária da Polícia Militar realizada nesta quinta-feira (30), busca fiscalizar a entrada de veículos de carga na capital para coibir práticas de sonegação fiscal. A ação ocorreu na Central de Comando da Secretaria, localizada na BR-235, em Nossa Senhora do Socorro, na região metropolitana de Aracaju.
Durante a abordagem, os auditores verificam a situação fiscal das mercadorias, analisando se a carga possui a nota fiscal e se o documento condiz com o que está sendo transportado. Além disso, os veículos também são devidamente pesados, a fim de identificar eventuais casos de excesso de carga. Somente na manhã desta quinta, foram lavrados 25 autos de infração pelos auditores da Sefaz
A fiscalização ocorre por amostragem. Caso seja identificada alguma irregularidade fiscal, os auditores emitem um auto de infração para a regularização da carga. Nesses casos, é cobrado o valor do ICMS do produto, além de multa.
Já em caso de sobrepeso, os condutores são devidamente multados, conforme prevê o Código de Trânsito Brasileiro, com valores que dependem do excesso de carga transportada. Eles também são penalizados com a perda de três a sete pontos na CNH do motorista, variando de acordo com a gravidade da infração.
“O grande objetivo dessas ações é proteger o bom contribuinte e promover a concorrência leal, evitando que aqueles que comercializam produtos de forma irregular possam levar algum tipo de vantagem. Um outro foco é evitar que esses veículos que transportam excesso de mercadorias possam causar danos às nossas estradas e não coloquem a vida dos outros motoristas em risco”, explica a gerente geral de trânsito de mercadorias da Sefaz, Roberta Argolo.
Essa é a terceira operação realizada pela Sefaz este ano. As outras ações foram promovidas em Cristinápolis e Propriá e resultaram na emissão de nove autos de infração.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade