**PUBLICIDADE
Publicidade

Sobre Genoma Humano e o Guerreiro Grego


Avatar

Publicado em 13 de maio de 2022
Por Jornal Do Dia Se


José Fernandes de lima

Dezenove anos depois que os pesquisadores do projeto genoma divulgaram ter alcançado a marca de 92% do sequenciamento do genoma humano, foi publicado na revista Science, no final do mês de março passado, um novo artigo no qual os autores afirmam ter concluído o sequenciamento dos 8% restantes. O genoma é a sequência completa de DNA de um organismo, ou seja, o conjunto de todos os DNA de um ser vivo.
Segundo a revista, o estudo completa definitivamente o mapeamento do genoma humano iniciado em 1990. É, portanto, a primeira vez que o genoma humano foi sequenciado na sua totalidade.
A proeza foi conseguida pelo Consórcio T2T – Telomere-to-Telomere, que reuniu uma centena de cientistas de várias instituições de pesquisa.
Os pesquisadores conseguiram traduzir 400 milhões de “letras” no DNA que havia sido sequenciado em 2003, este número é equivalente a um cromossomo inteiro.
O genoma batizado de T2T-CHM13 contém um material extra de 200 megabases de informação genética, com dados relacionados a regiões complexas e repetitivas de cromossomos, até então consideradas um mistério para os cientistas.
Foram revelados detalhes sobre os telômeros, eles servem como uma espécie de capa para os cromossomos, se desgastam e diminuem de tamanho com o avançar da idade e, na presença de tumores, voltam a crescer.
Foi verificado que apenas 3% do nosso genoma corresponde aos genes codificadores. Isso traz novas perguntas muito desafiadoras.
O DNA é uma molécula constituída por nucleotídeos e tem como função armazenar as informações genéticas na sequência de suas bases nitrogenadas.
Os genes são trechos do DNA que apresentam as informações necessárias para a produção de proteínas. Conhecer os genes de uma determinada espécie pode trazer informações valiosas sobre um ser vivo, os processos normais que nele ocorrem e até mesmo os genes que podem desencadear doenças.
No caso de seres humanos, testes genéticos que analisam o genoma de um indivíduo podem fornecer informações sobre doenças que ainda não se manifestaram e sobre possíveis riscos de desenvolvimento da enfermidade. Desse modo, conhecer os genes ajuda no diagnóstico e na identificação da predisposição genética de certos problemas.
O genoma é composto por uma parcela de DNA codificante e por uma grande quantidade de sequências repetitivas, cuja função ainda permanece desconhecida na maioria dos casos.
O DNA repetitivo pode ser encontrado na forma de tandem (um atrás do outro) ou dispersos. O DNA satélite na forma de tandem é mais comumente encontrado nos centrômeros e nos telômeros.
Atualmente, o termo DNA satélite é usado para descrever a fração do genoma altamente repetitivo, isto é, as sequências de DNA que se repetem milhares ou milhões de vezes. Nos DNA satélites, as unidades de repetição estão arranjadas em tandem.
Embora haja casos isolados, a taxa evolutiva relativamente alta destas sequências pode indicar ausência de qualquer função para a maioria delas.
No estudo realizado pelo grupo de cientistas do consórcio do T2T, foram descobertas muitas sequências de DNA repetitivos. Uma delas é formada por um componente que se repete inúmeras vezes e forma uma cadeia longa. A outra que vem em seguida forma uma cadeia pequena.
Esses elementos poderão ser utilizados para o estudo da evolução dos seres humanos e dos primatas, em geral.
Paralelamente aos dados acima que são públicos e amplamente divulgados nas revistas científicas, cabe destacar um assunto de bastidores que revela a amplitude do conhecimento dos pesquisadores em apreço.
O conjunto particular de DNA repetitivo formado pelas duas cadeias descritas acima foi batizado com o nome “Ajax- Teucer”, em homenagem aos guerreiros gregos Ajax e Teucro. A parte mais longa foi chamada de Ajax e a mais curta de Teucro (Teucer).
Cabe lembrar que Ajax era conhecido como “Ajax, o Grande” e era tido como o segundo mais valente dos guerreiros gregos, só perdendo para Aquiles. Ele foi descrito por Homero como uma muralha, muito mais alto do que os outros homens, com um escudo em forma de torre e uma lança muito comprida. Na Ilíada, Homero descreve uma batalha entre Ajax e Heitor que durou o dia inteiro.
A sequência mais curta foi associada com o meio irmão de Ajax, chamado Teucro, que era arqueiro e costumava se proteger atrás do escudo de Ajax enquanto atirava suas flechas. Teucro possuía uma estatura menos privilegiada, mas também era muito valente.
Apesar de eficiente nas batalhas, Teucro tornou-se menos famoso do que Ajax. Os arqueiros eram considerados heróis de menor valor porque matavam os inimigos a distância, sem o embate corpo a corpo, considerado mais nobre. Aqueles que participavam das lutas corporais eram considerados os mais corajosos.
Destaque-se que ao batizar o sistema das duas sequências com o nome composto Ajax-Teucer, os cientistas colocaram os dois irmãos e heróis em pé de igualdade.
Por último, é importante lembrar que a adoção da nomenclatura acima indica que além de dominar as tecnologias da genética, os cientistas do T2T detêm outros conhecimentos gerais, a exemplo dos conhecimentos sobre a mitologia grega.

José Fernandes de Lima é físico e professor.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade