Quinta, 11 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Deputado propõe criação de programa de saúde domiciliar


Avatar

Publicado em 13 de junho de 2012
Por Jornal Do Dia


Deputado estadual Gustinho Ribeiro (PSD)

 

Foi lido na manhã de ontem, no plenário da Assembleia Legislativa, Projeto de Lei do deputado estadual Gustinho Ribeiro (PSD) que autoriza o Poder Executivo  a instituir o pograma "Saúde em sua Casa". 
O PL visa a redução dos riscos decorrentes das internações de longa permanência, no tratamento dos pacientes com dificuldades de locomoção. O programa pode contribuir para a otimização de leitos hospitalares e para a humanização do tatamento.
"Sua saúde em casa" será implementado gradativamente nas unidades hospitalares e em outros estabelecimentos de saúde do Estado, obedecendo prioridades que incluem disponibilidade de recursos necessários previstos para cada equipamento de saúde, área geográfica e interação com os programas existentes.
Em sua justificativa, o deputado observa que dados do Ministério da Saúde apontam que 70% das doenças são passiveis de tratamento em domicilio. O MS recomenta  a internação domiciliar como uma diretriz para a equipe básica de saúde, informando que a mesma não substitui a internação hospitalar e que deve ser sempre utilizada no intuído de humanizar e garantir maior conforto à população.. 
O programa "Sua saúde em casa" prevê atendimento domiciliar e internação domiciliar. A primeira modalidade é uma alternativa ao tratamento ambulatorial realizada no domicilio do paciente.  Já a internação domiciliar é o conjunto de atividades prestadas no domicilio, caracterizadas pela atenção e monitoramento, em tempo integral, ao paciente com quadro clinico mais complexo e com necessidade de tecnologia especializada.

Foi lido na manhã de ontem, no plenário da Assembleia Legislativa, Projeto de Lei do deputado estadual Gustinho Ribeiro (PSD) que autoriza o Poder Executivo  a instituir o pograma "Saúde em sua Casa".

 O PL visa a redução dos riscos decorrentes das internações de longa permanência, no tratamento dos pacientes com dificuldades de locomoção. O programa pode contribuir para a otimização de leitos hospitalares e para a humanização do tatamento."Sua saúde em casa" será implementado gradativamente nas unidades hospitalares e em outros estabelecimentos de saúde do Estado, obedecendo prioridades que incluem disponibilidade de recursos necessários previstos para cada equipamento de saúde, área geográfica e interação com os programas existentes.Em sua justificativa, o deputado observa que dados do Ministério da Saúde apontam que 70% das doenças são passiveis de tratamento em domicilio.

O MS recomenta  a internação domiciliar como uma diretriz para a equipe básica de saúde, informando que a mesma não substitui a internação hospitalar e que deve ser sempre utilizada no intuído de humanizar e garantir maior conforto à população.. O programa "Sua saúde em casa" prevê atendimento domiciliar e internação domiciliar. A primeira modalidade é uma alternativa ao tratamento ambulatorial realizada no domicilio do paciente.  

Já a internação domiciliar é o conjunto de atividades prestadas no domicilio, caracterizadas pela atenção e monitoramento, em tempo integral, ao paciente com quadro clinico mais complexo e com necessidade de tecnologia especializada.

 

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade