Terça, 16 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Tribuna


Avatar

Publicado em 28 de julho de 2022
Por Jornal Do Dia Se


Retaliação
O governador Belivaldo Chagas começou ontem a exonerar as pessoas mais próximas ao ex-governador Jackson Barreto (MDB), que na terça-feira anunciou apoio à candidatura do senador Rogério Carvalho (PT) ao governo do estado.

Os nomes
Ontem foram exonerados: Ana Maria Dória Souza, membro titular do Conselho Deliberativo do Detran, secretária de Jackson desde a PMA; Jaime Guedes Cavalcante Filho, CCE-13 da Sedurbs, amigo do ex-governador.

Everton
Também foram exonerados Eduardo Batista Souza, CCE-08 da Sedurbs, irmão de Everton Souza, espécie de motorista e faz tudo do ex-governador; e Raquel Correa Nogueira, membro titular do Conselho de Administração da Emdagro, mulher de Everton Souza.

Sedurbs
Um dos cargos mais visados é o de secretário de Desenvolvimento Urbano e de Sustentatibilidade (Sedurbs), ocupado por Ubirajaba Barreto, sobrinho de Jackson. É a secretaria que coordena as obras do governo.

Rompimento
Jackson se afastou do governo porque o bloco queria apresentar dois candidatos a senador – além dele, o deputado federal Láercio Oliveira (PP), bolsonarista, que acabou sendo candidato único. JB acha que não cabem dois candidatos ao senado no mesmo grupo com apenas uma vaga em disputa.

Lulista
Rogério Carvalho descartou ontem a participação de apoiadores do presidente Bolsonaro na sua campanha. “Nosso time não tem espaço para bolsonaristas. Se topa caminhar ao nosso lado, seja em qualquer função, tem que ser Lulista”, ressaltou.

Sucesso
Para Rogério, Sergio Gama, que foi indicado pelo ex-governador Jackson Barreto para ser seu pré-candidato a vice-governador, é uma pessoa de sucesso, que tem disposição e vontade. “Estamos somando nossos perfis e temos formado uma cara mais complexa para o desenvolvimento do estado”, assegurou.

Básico
Segundo Rogério, Sergipe tem um governo básico. “Não precisamos de um governo básico, que paga salário, que toca a máquina com algum grau de funcionalidade, mas que não mudou a realidade do povo sergipano. Muito pelo contrário, piorou”, avalia.

Fome
“Aumentou a fome, o desemprego. A Petrobras foi embora, a Fafen está parada. Ele é governador do Estado de Sergipe. É o chefe de Estado. Um chefe de Estado precisa correr atrás, se empenhar, se dedicar. Não existe isso de que porque não é da minha alçada não tenho que me envolver. É importante ir atrás”, disparou o senador.

Pré-Caju
O Pré-Caju será retomado este ano e será realizado na orla da Atalaia no mês de novembro, durante dois dias, sábado e domingo, das 14 às 23 horas. Fabiano Oliveira e o prefeito Edvaldo Nogueira já estão tratando das questões legais.

Sem desfile
A Secretaria Municipal da Educação (Semed) promoverá atividades alusivas ao bicentenário da Independência nas escolas da rede, ao longo da Semana da Pátria 2022. Este ano, as unidades de ensino não realizarão o tradicional desfile cívico no bairro Siqueira Campos.

Justificativa
A justificativa é de que é preciso manter o foco das atividades pedagógicas voltadas à recomposição das aprendizagens dos estudantes, prejudicadas durante os dois anos de covid-19. Na verdade, preocupação com atos antidemocráticos estimulados pelo presidente Bolsonaro.

Mobilização
A CUT, as demais centrais sindicais, movimentos populares e partidos políticos definiram o 11 de agosto como um dia de mobilização nacional contra os constantes ataques à ordem democrática no Brasil, além de reforçar a defesa do processo eleitoral brasileiro, modelo respeitado em todo o mundo. Os locais e horários das manifestações serão divulgados posteriormente.

Resposta
A “Mobilização nacional em defesa da democracia, por eleições livres” será uma resposta também à escalada da violência política incentivada pela ideologia propagada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

Outras datas
Além do dia 11 de agosto, o dia 10 de setembro também será um dia de mobilização em defesa da democracia e por eleições livres. Milton Rezende, o Miltinho, secretário-adjunto de Mobilização e Relação com os Movimentos Sociais da CUT, afirma que será mais uma resposta aos ataques que Bolsonaro deve fazer no Dia da Independência.

Juntas
Terminou ontem (27) o prazo para partidos e federações impugnarem na Justiça Eleitoral os nomes das pessoas indicadas para compor as juntas que vão atuar no primeiro e segundo turnos das eleições de outubro.

Publicação
Na sexta-feira (22), os nomes dos indicados foram publicados no Diário da Justiça Eletrônico. A junta eleitoral é um órgão provisório formado por até quatro cidadãos e um juiz de Direito, que atua como presidente, com a função de supervisionar os trabalhos da Justiça Eleitoral durante o pleito.

Tebet
Unidos em uma federação partidária, PSDB e Cidadania aprovaram nesta quarta-feira (27), por unanimidade, o apoio à candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS) à Presidência da República. Em formato híbrido – virtual e presencial – a convenção foi realizada na sede do PSDB, em Brasília.

Sergipe
O senador Alessandro Vieira será o candidato a governador do estado da federação PSDB-Cidadania. No mês passado ele já acompanhou Tebet em atividades políticas no estado.

Usinas solares
A Vivo inaugura esta semana, em parceria com o Grupo Gera, duas usinas solares no modelo de geração distribuída, nos municípios de Itabaiana e Lagarto (SE). Juntas, elas irão produzir 860 MWh/ano e abastecer 280 unidades consumidoras da empresa na região. A iniciativa faz parte do projeto da Vivo para implantar 85 usinas de fontes solar, hídrica e de biogás, em todo o Brasil, sendo que delas 33 já estão em operação. Para o Nordeste, estão previstas 13 usinas, sete delas já em funcionamento, considerando os novos lançamentos.
A usina de Itabaiana está instalada no KM 216 da Rodovia SE, junto ao povoado de Boeiro e a de Lagarto, na Rodovia BR 235, em Sítio Vermelho. Considerando as etapas de construção e de operação, produzem, juntas, 141 empregos. No modelo de geração distribuída, a energia produzida nas usinas é injetada na rede da concessionária local, neste caso, a Energisa SE, e se transforma em créditos para o uso da empresa consumidora.
Além de contribuir com o meio ambiente por ser renovável e de baixo impacto, a geração distribuída contribui para aliviar o sistema de distribuição e reduz custos, ineficiências e perdas na transmissão.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade