Quarta, 17 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Tribuna


Avatar

Publicado em 21 de maio de 2022
Por Jornal Do Dia Se


Semana atabalhoada
O ex-prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho, pré-candidato do PL ao governo do estado, enfrentou uma semana atabalhoada. Tudo em função de suas próprias declarações.
Na terça-feira, temendo desgaste, deixou de comparecer a ato com a presença do presidente Bolsonaro, candidato do seu partido à reeleição. Deu uma desculpa esfarrapada: alegou que temia ficar inelegível, já que o presidente estava inaugurando uma obra.
Depois, Valmir de Francisquinho admitiu que está inelegível, em função de condenação do Tribunal Regional Eleitoral em 15 de agosto de 2019. Por 5×2, foi condenado por abuso de poder no uso da máquina administrativa da Prefeitura de Itabaiana durante as eleições 2018, em favor do filho Talysson (PL), que foi o mais votado deputado estadual.
Segundo a investigação do MP Eleitoral, Talysson foi beneficiado pela vinculação da cor, dos símbolos e dos slogans de sua campanha com a publicidade institucional e com atos de governo do município de Itabaiana.
Disse que já recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e que tem a certeza de que será absolvido.
Em outra entrevista tentou ameaçar o governador Belivaldo Chagas, alertando ter conhecimento sobre supostas irregularidades na gestão da Deso, e que, se sentisse ameaçado, apresentaria as irregularidades. Se tem conhecimento de atos de corrupção na administração, já deveria ter apresentado as denúncias, ao menos ao Ministério Público Estadual.

Férias de Edvaldo
O prefeito Edvaldo Nogueira estará de férias entre os dias 25 de maio e 6 de junho, período no qual viajará, dentro do próprio Brasil, para acompanhar sua esposa, Danusa Silva, numa competição de triathlon, e para um breve descanso. Já no dia 6 de junho, ele participa, em São Paulo, do Diálogo com os Presidenciáveis, evento da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), presidida pelo próprio Edvaldo.
Como a vice-prefeita Katarina Feitoza (PSD) e o presidente da Câmara, Nitinho Vitale (PSD), são candidatos a deputado federal, o cargo será ocupado pelo vice-presidente da Câmara, Vinícius Porto (PDT).
Katarina e Nitinho terão que passar esses dias em férias forçadas.

Déda devolveu dinheiro confiscado por João
O governador Belivaldo Chagas informou, nesta quinta-feira (19), que encaminhará, na próxima semana, à Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) um projeto de lei para retirar a contribuição previdenciária de 14% para todos os aposentados e pensionistas.
De acordo com o governador, a medida é fruto do empenho e trabalho da gestão para manter o equilíbrio nas contas por meio de planejamento. “Conseguimos antecipar o prazo de encerramento da contribuição, que estava previsto até dezembro”, disse Belivaldo.
No ano passado, o Sintese já havia encaminhado aos parlamentares um estudo realizado pelo DIEESE, a partir dos dados publicados pelo Sergipeprevidência, o qual indica que o fundo previdenciário estava superavitário e que a Lei Complementar 338/2019 prevê que, ao não existir mais déficit, o desconto de 14% deveria ser extinto das aposentadorias e pensões com valores inferiores a R$7.087,22. Por conta disso, os sindicatos organizaram diversos protestos dos servidores aposentados, sendo os dos professores mais intensos.
Em 2008, o então governador Marcelo Déda (PT) começou a devolver aos servidores públicos estaduais, recursos descontados indevidamente no governo anterior, de João Alves Filho, para o Fundo de Aposentadoria do Servidor Público (Funaserp).
Ao assumir o governo, Déda criou um grupo de trabalho para estudar a melhor maneira de viabilizar a devolução do dinheiro que pertencia ao servidor público. Depois de um profundo levantamento, foi apresentada a proposta, e democraticamente, os representantes sindicais, na Mesa de Negociação, aprovaram o escalonamento para o pagamento.
O valor atualizado do desconto indevido foi de aproximadamente R$ 45 milhões. A este montante foram acrescentados mais R$ 9 milhões referentes ao desconto, também indevido, nos pagamentos relativos ao 1/3 de férias.
Resta saber se algum dos quatro pré-candidatos a governador nestas eleições, incluindo o petista Rogério Carvalho, vai assumir o compromisso de devolver esses 14% que Belivaldo tomou dos aposentados durante três anos e cinco meses.

Fábio Mitidieri lança pré-candidatura na segunda
Nesta segunda-feira (23), às 16h30, no Iate Clube, acontece o ato de lançamento oficial da pré-candidatura de Fábio Mitidieri (PSD-SE) ao Governo de Sergipe. O encontro contará com a presença do presidente nacional do Partido Social Democrático (PSD), Gilberto Kassab, o líder do PSD na Câmara dos Deputados, Antônio Brito (PSD-BA), o governador Belivaldo Chagas e aliados locais.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade