Domingo, 25 De Fevereiro De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Por um pedaço do céu


Avatar

Publicado em 17 de agosto de 2023
Por Jornal Do Dia Se


Religião, política e comércio.

Rian Santos – [email protected]
 
O Tribunal de Justiça de São Paulo rejeitou recurso da Igreja Universal do Reino de Deus e a condenou a organização religiosa a devolver cerca de R$ 204 mil doados por uma fiel arrependida. Professora da rede estadual de ensino, trabalhadora desprovida de bens e posses, ela trocou  as economias de toda uma vida por um pedaço do céu.
Trata-se aqui de uma ingênua, igual a tantos. Pastor da mão grande, Edir Macedo já foi desmascarado por uma série de reportagens realizadas pelo Jornal Nacional, há mais de 20 anos. 
Na ocasião, o pastor Carlos Magno, dissidente da Universal, reuniu imagens e documentos para denunciar a corrupção dos propósitos acolhidos pela organização religiosa, ponta de lança do movimento neopetencostal no Brasil.Em vídeo exibido pela reportagem da Rede Globo, ao invés de se ocupar das aflições da vida eterna, Edir Macedo fala a um grupo de pastores sobre a maneira mais eficaz de passar a mão no dinheiro dos convertidos, às gargalhadas.
O período turbulento, quando os dirigentes da Igreja Universal foram constrangidos a se explicar na Justiça e correr dos jornalistas como o diabo foge da cruz, é abordado no filme ‘Nada a perder 2’, cinebiografia chapa branca de Edir Macedo, lançado há alguns anos. Dirigido por Alexandre Avancini, o longa metragem dá sequência a uma narrativa de superação francamente fantasiosa. Contra tudo e contra todos, o personagem enfrenta perseguições de todos os tipos, mas não vacila nunca. Ao fim, com a graça de Deus, triunfa, bem aventurado.
Ao contrário do que a peça de ficção dirigida por Avancini insinua, Edir Macedo não é santo. Homem de negócios, presidente da TV Record, ele cultiva preocupações estritamente materiais, a ponto de misturar religião, disputas partidárias e comércio. Depois de empenhar a fé de milhões numa campanha política, o bispo dos templos suntuosos tratou de cobrar a fatura. A serviço de podres poderes, ele forrou os bolsoscom verba publicitária.
Edir Macedo, RR Soares, Silas Malafaia, fizeram campanha aberta por Bolsonaro, pediram pelo ex-presidente, mas as orações dessa gente jamais chegou aos céus, como demonstra a derrota democrática sofrida nas urnas e o cerco da Polícia Federal. Está na bíblia: É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um homem rico entrar no reino de Deus.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade