Quarta, 28 De Fevereiro De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Prefeitura orienta conduta diante da presença de escorpião em residências


Avatar

Publicado em 08 de fevereiro de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Somente em 2023, a Saúde de Aracaju notificou 1.196 casos de pessoas que sofreram com a picada do escorpião. Em 2024, até o momento, a pasta contabilizou 109 notificações. No mundo, há diversas espécies do animal, mas na capital sergipana geralmente encontram-se os Tityus stigmurus e Tityus serrulatus, caracterizadas pela cor amarelada. Em Aracaju não há registro de vítimas fatais há cerca de 30 anos.
De acordo com o supervisor de Endemias do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), José Bonfim, algumas recomendações são essenciais para que cada indivíduo possa se proteger e procurar ajuda no Sistema Único de Saúde (SUS).
“Temos três pilares importantes na orientação de como se proteger contra o escorpião, já que o Ministério da Saúde não recomenda a aplicação de inseticida. O primeiro deles são as formas de impedir que o escorpião entre na casa das pessoas; ao entrar, que não permaneça; e também evitar a picada do escorpião. Assim, é necessário fechar as entradas que ele mais utiliza para adentrar às casas das pessoas, a exemplo dos ralos, esgotos, caixa de gordura e boca de lobo. São nesses locais que o escorpião encontra sua fonte alimentar, que é a barata”, relata.
Por outro lado, ao encontrar o escorpião dentro da residência, a orientação é ligar para o Centro de Controle de Zoonoses, através do número 3179-3565, para realizar a visita e potencializar os cuidados. Segundo José Bonfim, as equipes do CCZ realizaram 183 visitas a esses chamados em 2023. Neste ano, 15 visitas já foram feitas.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade