Sexta, 19 De Julho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Presos investigados por roubos contra motoristas por AP e mototaxistas


Publicado em 01 de setembro de 2023
Por Jornal Do Dia Se


As investigações foram iniciadas pela DRFV e pela Dipol há seis meses. Foto: Divulgação/SSP

Foi deflagrada a Operação Ponto de Parada na manhã desta quinta-feira (31). A ação policial é fruto de investigações conduzidas pela Divisão de Combate a Roubos e Furtos de Veículos (DRFV) e tem como objetivo desarticular um grupo criminoso que praticava roubos contra motoristas por aplicativo, da modalidade mototaxistas, na capital e na região metropolitana. Até o momento, quatro homens e duas mulheres foram presos. A ação também já resultou na apreensão de uma arma de fogo e um simulacro.
Além de policiais da DRFV, participaram da operação equipes operacionais do Departamento de Crimes contra o Patrimônio (Depatri), Coordenadoria de Polícia Civil da Capital (Copcal), 11ª Delegacia Metropolitana (Barra dos Coqueiros), 12ª Delegacia Metropolitana (São Cristóvão), Delegacia de Simão Dias, Departamento de Inteligência da Polícia Civil da Bahia e da Polícia Rodoviária Federal.
Segundo a delegada Michele Araújo, há cerca de seis meses as investigações foram iniciadas pela DRFV e pela Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol), a partir da verificação de uma série de roubos semelhantes, todos praticados contra mototaxistas.
“Nós conseguimos identificar um modus operandi semelhante e verificamos que provavelmente se tratava de ações criminosas orquestradas, de modo que reunimos os casos e os investigamos em conjunto. Com o avançar das apurações, identificamos alguns suspeitos e representamos por suas prisões, que foi deferida pela Justiça e estão sendo cumpridos nesta operação”, evidenciou a delegada.
As equipes policiais estão cumprindo 14 mandados judiciais, sendo nove de prisão e cinco de busca e apreensão domiciliar. Um dos alvos da operação possuía três mandados contra ele e foi preso juntamente com a companheira, que também possui mandado de prisão contra si, em um ônibus que vinha de São Paulo para Aracaju.
Outro suspeito, que exercia função de liderança do grupo, é oriundo de Simão Dias e encontra-se preso no sistema prisional baiano. Contra ele, foi dado cumprimento a novo mandado de prisão, como também está sendo realizada uma inspeção em sua cela pela Polícia Civil da Bahia, visando a apreensão do aparelho celular que está em seu poder. Em Simão Dias, sua companheira foi presa e foram realizadas buscas em sua residência.
Além das diligências de busca e apreensão e prisão, estão sendo cumpridas ordens judiciais de bloqueio de bens e valores dos investigados em até R$ 50 mil, visando assegurar a reparação do patrimônio subtraído das vítimas que não tiveram suas motocicletas recuperadas.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade