Sexta, 19 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Programa do BNB anuncia novidades para planos de ação territorial em Sergipe


Avatar

Publicado em 29 de março de 2024
Por Jornal Do Dia Se


O Programa de Desenvolvimento Territorial do Banco do Nordeste (Prodeter) terá novos planos de ação em 2024, com ampliação de atendimento a outras atividades econômicas e lançamento de novidades para a atuação no estado. Entre as novidades, estão uma parceria entre programas, um projeto inovador na citricultura e um plano específico para a agroecologia.
O primeiro destaque é a parceria com o programa de microcrédito rural do BNB, o Agroamigo, que vai resultar no atendimento a 100 bovinocultores de leite. O plano de ação territorial, que será implementado no território Alto Sertão Sergipano, traz mais recursos de inovação e sustentabilidade para a área rural dos municípios de Gararu, Porto da Folha e Itabi.
De acordo com o agente de desenvolvimento do Banco do Nordeste, Davi Lobato, as ações estão voltadas ao aumento da produtividade e da qualidade do produto. “As atividades do Prodeter no território atendem a pequenos produtores de leite, que terão novas oportunidades de capacitação, como dias de campo, cursos sobre técnicas pecuárias e gestão de propriedade”, explicou.
Já no território Sul Sergipano, a novidade é a aprovação de um projeto voltado para a produção de laranja, contemplado em edital do Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação (Fundeci). Os recursos serão destinados ao plano de ação territorial do território, sediado no município de Estância.
E a terceira boa notícia vem para o território do Agreste Ocidental, que abrange os municípios de Lagarto, Salgado e Riachão do Dantas. O plano de ação territorial ganhará uma nova frente de atuação: a agroecologia, ou seja, as produções que promovem estratégias de desenvolvimento rural, com base no manejo de agroecossistemas sustentáveis.
“Os planos de ação desenvolvidos nos últimos cinco anos trouxeram ótimos resultados para a agropecuária do estado. Aplicamos a metodologia do Prodeter de forma específica, conforme as necessidades de cada território, e esperamos continuar oferecendo oportunidades para os produtores sergipanos”, disse o gerente de desenvolvimento territorial do BNB, Lenin Falcão.

Balanço – O BNB aplicou R$ 1,7 bilhão em arranjos produtivos locais em 2023. Os investimentos foram destinados a atividades econômicas priorizadas no Prodeter, em toda área de atuação do Banco que, além da região Nordeste, contempla parte dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. No ano passado, o programa contou com 10,6 mil participantes em todos os estados da área de atuação do Banco do Nordeste. Desse público, 6,8 mil pessoas obtiveram crédito da instituição para investir em suas atividades. O Prodeter esteve presente em 864 municípios, onde trabalharam cerca de dois mil representantes de instituições parceiras.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade