Sexta, 23 De Fevereiro De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Provocações de Sonnen a Anderson levantam debates sobre a 'regra não escrita' no MMA


Avatar

Publicado em 05 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


A "encarada" de Anderson Silva e Chael Sonenn ainda dá o que falar entre os lutadores no meio do UFC

LAS VEGAS – A animosidade entre Anderson Silva e Chael Sonnen, que se enfrentam neste sábado, no UFC 148, repercute entre os lutadores da organização. Às vésperas da luta mais esperada do ano, a troca de insultos, muitos deles pessoais, divide os profissionais do MMA. Para alguns, a promoção faz parte do jogo. Para outros, existem limites não escritos que devem ser respeitados.

– Ele passou muito do ponto. Não tem problema falar um pouco para animar a luta, mas não se comenta sobre família ou fala mal do país – afirmou o americano Joseph Benavidez, postulante ao cinturão dos moscas, durante evento na academia do TUF, em Las Vegas, nesta quarta-feira.

Apesar de ter o mesmo empresário de Sonnen, Benavidez não mede as palavras ao falar sobre o resultado do estilo de Sonnen e suas polêmicas declarações. O principal deles é que um lutador com onze derrotas no cartel em 39 lutas ganhou um dimensão maior do que merecia.

– Não sei se foi um personagem que ele criou, mas não tenho dúvida de que o colocou em um nível acima de sua carreira – acredita o peso mosca.

Oriundo da luta olímpica, onde teve participações em Atenas e Pequim, Daniel Cormier, lutador que tem 10 vitórias em 10 lutas profissionais entre os pesos pesados, condena a atitude de Sonnen.

– Não faria isso. É desnecessário – afirma de forma enfática Cormier, que é amigo de Sonnen. – Torço por ele, acho que pode vencer o Anderson e já mostrou isso.

Sonnen, no entanto, está longe de ter uma atitude condenada por todos. O peso meio-médio inglês Dan Hardy, conhecido como "Outlaw", ou Fora da Lei, acha que toda intimidação é válida. Para ele tentar desestabilizar emocionalmente o adversário é apenas uma das armas dos lutadores.

– Não vejo qualquer problema com isso. Mas o Anderson me parece muito forte, não acredito que vai levar isso para o octógono. Acho que a luta vai terminar antes mesmo do segundo round – acredita Hardy, apostando na vitória do brasileiro.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE