Domingo, 23 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Quarenta crianças aguardam vagas de UTI, 37 em Aracaju


Publicado em 25 de maio de 2024
Por Jornal Do Dia Se


OS POSTOS DE SAÚDE DA REDE ESTÃO LOTADOS; RECÉM-NASCIDOS E CRIANÇAS ATÉ QUATRO ANOS SÃO OS MAIS VULNERÁVEIS (Marcelle Cristinne/PMA)

Acometidas com a síndrome gripal, cerca de 40 crianças no estado de Sergipe aguardam uma vaga em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Conforme o JORNAL DO DIA tem destacado ao longo dos últimos dois meses, unidades de saúde – seja da rede pública ou particular -, têm se deparado com aumento representativo de crianças e adolescentes buscando por assistência especializada por complicações causadas pela gripe. Na tentativa de minimizar este cenário, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), revelou que tem ampliado o leito em alas pediátricas; a prefeitura de Aracaju reforçou a campanha de vacinação em todos os bairros.
Dispondo atualmente de 306 leitos, a expectativa de que até a primeira semana de junho sejam abertos mais de 40 leitos; destes, 11 serão no Hospital da Criança e nove no Huse. A direção da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) vem alertando os profissionais da área sobre a importância da imunização de bebês prematuros contra o Vírus Sincicial Respiratório (VSR). Este é o principal agente causador de infecção do trato respiratório inferior de crianças nos primeiros anos de vida. Segundo a SBP, o vírus provoca maior gravidade quando acomete bebês prematuros, cardiopatas e portadores de doença pulmonar crônica da prematuridade.
A identificação deste problema envolvendo falta de leitos de UTI é resultado de uma vistoria realizada por profissionais do Conselho Regional de Medicina de Sergipe (Cremese). O relatório transpareceu ainda que, somente Aracaju, é responsável por 90% deste quantitativo geral de crianças apresentando complicações graves. Ao todo 37 pacientes aguardam por espaços nos hospitais da Criança, Santa Isabel, de Urgências de Sergipe (Huse) e Fernando Franco. A Secretaria Municipal da Saúde destacou que a vacina da gripe tetravalente 2024 é indicada para todas as pessoas a partir de 6 meses de vida; pessoas que apresentaram reações alérgicas aos componentes ou a dose anterior da vacina influenza e crianças com menos de 6 meses não podem receber a vacina influenza.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade