Sexta, 19 De Julho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Sergas estuda projetos de biogás, biometano e hidrogênio no Paraná


Publicado em 25 de maio de 2023
Por Jornal Do Dia Se


Com o objetivo de conhecer novas opções de energias renováveis como por exemplo, o biogás, biometano e o hidrogênio, aumentando assim as opções do portfólio de supridores de gás para a distribuidora sergipana, o presidente da Sergas, José Matos, visitou entre os dias 15 e 19 de maio, o Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás) e o Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), além de vários outros projetos de biogás e biometano na região.  
Durante a visita, Matos foi recebido pelo pelo diretor de desenvolvimento tecnológico do CIBiogás, Felipe Marques, que fez uma explanação sobre o que é o Centro e a origem do órgão, conduzindo uma visita ao Centro de Gestão Energética (GE) do PTI-BR,  que atua há mais de 10 anos no desenvolvimento de projetos P&D+I aplicados a sistemas energéticos. Entre as competências e expertises do GE estão em destaque os trabalhos relacionados aos temas de geração distribuída e microrredes; sistemas de armazenamento de energia por baterias; hidrogênio verde; eficiência energética; serviços especializados de engenharia a empresas que buscam soluções no cenário de transição energética e o desenvolvimento de soluções customizadas para o setor de energia.   
 
A infraestrutura do centro é formada pela planta de produção de hidrogênio; laboratório de simulação de sistemas elétricos em tempo real; laboratório para fabricação e testes de células de bateria; laboratórios de ensaios eletroquímicos de baterias de diferentes tecnologias e laboratórios de prototipagem mecânica e elétrica. Já a equipe técnica é formada por engenheiros, pesquisadores e técnicos.
 
José Matos apontou, durante a visita,  que o presente e o futuro do gás natural deverão ser uma junção de moléculas de gás de origens diversas e com menor potencial poluente. “Estivemos na sede do CIBiogás no sentido de, cada vez mais, adquirir conhecimento sobre o biogás e sua conversão em biometano. Visitamos ainda a planta de produção de hidrogênio que fica localizada no Parque Tecnológico de Itaipu, um projeto inovador e bastante ambicioso”, explicou.  
O presidente da Sergas destacou ainda que a ideia é conseguir a transferência de tecnologia e implantação do sistema de produção de biogás e biometano instalando em região-polo do interior de Sergipe, o que será um grande passo para a interiorização e distribuição do gás natural. Isso atinge uma das premissas da conceção que é a modacidade tarifária. Produziríamos o biometano na própria região e a partir desse ponto, distribuiríamos para as regiões circunvizinhas. Estamos estudando todas as possibilidades para colocar Sergipe nesse cenário”, completou Matos.
Sobre os projetos 
O Parque Tecnológico Itaipu-Brasil (PTI-BR) atua há quase 20 anos no desenvolvimento de soluções tecnológicas para o setor de energia. Por meio de projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, o PTI-BR colabora com empresas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica a lidarem com os desafios em temas relacionados à transição energética, descarbonização, energias renováveis, ESG [em português, ASG – Ambiental, Social e Governança], digitalização, diversificação, descentralização e segurança energética.
 
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade