Domingo, 14 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Três investigados morrem em suposto confronto com a polícia


Avatar

Publicado em 16 de dezembro de 2023
Por Jornal Do Dia Se


Milton Alves Jùnior
 
Três homens, investigados 
pelo crime de tráfico de 
drogas na região metropolitana de Aracaju, morreram no início da manhã de ontem após entrar em confronto com agentes da Polícia Civil. Denominada Operação Frater Germanus, os acusados receberam voz de prisão, mas resistiram às ordens e deram início a um confronto armado. De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), o trio foi atingido, posteriormente atendido por profissionais da saúde, mas não resistiram aos ferimentos. O setor de inteligência da Polícia Civil identificou que os suspeitos possuem ampla ligação com ‘Maurinho’, traficante de alta periculosidade, o qual cumpre pena hoje em um Presídio Federal no Mato Grosso do Sul.
Responsável por colaborar com as investigações, a delegada Andrezza Cavalcanti revelou que o detento confinado antes de ser conduzido para uma unidade prisional de regime fechado, costumava ameaçar policiais e promotores. Em um dos locais utilizados pelo grupo criminoso para promover o comércio de droga, foram apreendidos, além de entorpecentes, armas e aparelhos telefônicos. Dois, dos três suspeitos mortos, eram irmãos de Maurinho. Sem apresentar detalhes sobre o futuro das investigações, a Secretaria de Segurança Pública confirmou que os trabalhos de análises continuam por tempo indeterminado, bem como o material apreendido será periciado. Os nomes dos suspeitos atingidos não foram divulgados.
“Identificamos que dois tratavam-se de irmãos do traficante que dominava a área, além do braço direito deles, que era mão armada do grupo. O grupo utilizava de ameaças, amedrontando para que ninguém denunciasse, vendendo drogas a céu aberto. Com o uso de armas de fogo, causaram terror na população local. A partir de denúncias anônimas, começamos os levantamentos da investigação há uns quatro meses”, afirmou a delegada Andrezza Cavalcanti. Na manhã de ontem uma segunda operação foi deflagrada pela Superintendência da Polícia Civil também na região da Grande Aracaju, além do município de Propriá. A ação foi deflagrada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado em Sergipe (FICCO/SE), e pelo Departamento de Narcóticos (Denarc).
Denominada Operação Capturas, a ação teve o objetivo de buscar indivíduos foragidos da justiça no estado de Sergipe. De acordo com a SSP, atualmente a Força Integrada de Combate ao Crime é composta por integrantes da Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Penal e Secretaria Nacional de Políticas Penais. De igual modo sem apresentar detalhes, a Superintendência Regional da Polícia Federal, em Sergipe, confirmou que sete suspeitos foram encontrados e presos. Por respeitar a ordem de prisão, não foi constatado confronto entre os profissionais da Segurança Pública e os réus que serão encaminhados para audiência de custódia. As investigações continuam e o Governo de Sergipe pede a colaboração popular.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade