Sábado, 18 De Maio De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Uma nova caricatura junkie


Avatar

Publicado em 16 de maio de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Irrelevante (Divulgação)

Rian Santos
 
Não vi e não gostei. ‘Back to Black’, o filme inspirado pelos passos em falso de Amy Winehouse, desde o anonimato até o estrelato, nada acrescenta à biografia da artista. Em matéria de irrelevância, aliás, há material farto. Um documentário lançado anos atrás (este eu vi, infelizmente) resvala nos mesmos pecados aqui presumidos: trata-se de transformar um drama pungente em triste espetáculo.
Apesar dos aplausos irrefletidos amealhados mundo afora, ‘Amy’ (2015), de AsifKapadia, não vai muito além do farto material já produzido por tabloides e o sub jornalismo de celebridades. Os escândalos regados a muita birita e heroína, a ruína progressiva da artista, são os únicos interesses manifestos da direção. De música, pouco se fala.
Duas horas de entrevistas, imagens de arquivo e depoimentos edulcorados. Nada que os urubus a serviço da imprensa marrom não já tivessem relatado com a mesma fome. A Amy, pouco lhe valeu a voz educada no melhor da tradição jazzy. Da sensibilidade fermentada na música negra americana, sobrou uma caricatura junkie – rasa e tão fascinante, é preciso admitir, quanto um personagem de ficção barata.
Alguns discos pagam uma vida inteira de atropelos. ‘Back toblack’ (2006), cujo mérito pelo resultado deve ser dividido com o produtor Mark Ronson e a banda The Dap-Kings, é desses. Mas para o filme de Kapadia o registro rendeu um Grammy para uma artista em crise de abstinência tóxica. E pronto.
Entre todos os efeitos perversos provocados pela cultura de celebridade em voga nesses dias confusos, reflexo de um ambiente adoecido (salve, Flavio Antonini!), a apreciação deformada do exercício artístico talvez esteja entre os mais danosos. A pertinência de parâmetros e referências sucumbiu aos algorítimos das redes sociais. Por isso ‘Amy’ teve chance real de abocanhar o Oscar. Apesar de não iluminar, nem pelo mais breve momento, a curta discografia da biografada.
 
Back to Black estreia no Cine Alquimia:
Quinta-feira, 16, às 19 horas.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade