Quinta, 25 De Julho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Véspera da final tem movimento intenso no CT. O Corinthians está pronto para a decisão


Publicado em 04 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


Será um jogo tenso e muito catimbado. Os argentinos não deixarão de provocar os corintianos

Imagine você, corintiano, na véspera do dia mais importante da sua vida. Um vestibular de uma boa faculdade, o dia de uma promoção no trabalho ou mesmo o seu casamento…Você estaria nervoso? Ansioso? Certamente.

Um dia antes daquele que pode ser o título mais importante da história do clube, os jogadores do Corinthians entraram para treinar em um dos campos do CT Dr. Joaquim Grava às 15h30 desta terça-feira. Esquecer a final? Impossível.

Primeiro pelo clima criado pelos torcedores, desde a chegada dos atletas ao local. Durante a tarde, centenas deles se aglomeraram em frente ao portão principal do CT e também se espalharam pelas grades que ficam no entorno. E gritavam por autógrafos, entoavam cânticos de apoio, mostravam cartazes…Que pressão!
Já lá dentro, acompanhando toda a atividade deles, muitos jornalistas. O Corinthians é, naturalmente, um time que atrai mídia. Mas até para o Corinthians, o movimento foi atípico. Canais de televisão com mais de um repórter, emissoras de rádio com programas ao vivo, além de jornalistas de jornais, sites e revistas. Brasileiros, argentinos e até bolivianos.

Entre brincadeiras e sorrisos no rachão, quando todos os atletas do elenco participaram, um semblante de ansiedade no rosto de todos os jogadores e funcionários. Mas também de confiança. Que ficava mais latente na face dos que acertavam suas cobranças de pênaltis após o treino tático. A decisão está próxima. A partir de quinta-feira, uma nova era pode ser iniciada no Corinthians.

Chegada do Boca  – A delegação do Boca Juniors já está no Brasil para a finalíssima de quarta-feira, às 21h50, no Pacaembu. No início da tarde desta terça-feira, o avião que veio da Argentina pousou no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, causando alvoroço.

Mas não pela passagem dos jogadores, que desembarcaram por uma passagem alternativa, o que frustrou cerca de 25 simpatizantes do time xeneize que aguardavam os atletas no saguão. A bagunça, então, ficou por conta da guerra de cânticos entre eles e os corintianos que esperavam no local, a maioria formada por funcionários.

Após descansarem no hotel, os jogadores do Boca seguiram para o Pacaembu, às 19h, para o treino de reconhecimento de gramado.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE