Sexta, 01 De Março De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Bolsa Família chega a 386,5 mil beneficiários de Sergipe em janeiro


Avatar

Publicado em 19 de janeiro de 2024
Por Jornal Do Dia Se


CARTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA (Foto: Roberta Aline/MDS)

O Programa Bolsa Família do Governo Federal chega ao calendário de janeiro com 386,5 mil famílias contempladas em Sergipe. O cronograma de pagamentos do primeiro mês do ano tem início nesta quinta-feira (18). O valor médio recebido nos 75 municípios do estado chega a R$ 676,29. Para saldar o investimento, o repasse é de R$ 261,4 milhões para Sergipe. Os pagamentos seguem de forma escalonada, de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS) de cada integrante, até o dia 31 (confira calendário abaixo).
A capital Aracaju é o município com maior número de famílias contempladas no estado em janeiro. São 62,5 mil beneficiários, que recebem um valor médio de R$ 666,30, a partir de um investimento federal de R$ 41,6 milhões. Na sequência aparecem Nossa Senhora do Socorro (34,6 mil famílias), Lagarto (23,2 mil), Itabaiana (13,8 mil) e São Cristóvão (13,2 mil).
A cidade com maior valor médio de repasse no estado é Porto da Folha, com média de R$ 725,55 para 6.661 famílias atendidas no município. Na sequência das localidades com maior valor médio estão Malhador (R$ 712,46), Capela (R$ 711,49), Canindé de São Francisco (R$ 707,47) e Poço Redondo (R$ 706,83). No total, oito municípios sergipanos têm benefício médio acima dos R$ 700.
 
Benefícios – Entre os benefícios complementares criados com o novo Bolsa Família, há 148,7 mil crianças de zero a seis anos que recebem adicional de R$ 150 em Sergipe, a partir de um repasse de R$ 21,4 milhões referente ao Benefício Primeira Infância. A cesta de benefícios complementares também acrescenta R$ 50 neste mês a mais 7,5 mil gestantes sergipanas, 9,2 mil mulheres em fase de amamentação, 199,9 mil crianças e adolescentes de sete a 16 anos e 43,9 mil adolescentes de 16 a 18 anos.
No país como um todo, são 21,1 milhões de famílias contempladas (57 milhões de pessoas) nos 5.570 municípios. O valor médio na conta dos beneficiários em janeiro de 2024 é de R$ 685,61, superior à média nacional observada nos 12 meses de 2023, que foi de R$ 670,36 (maior valor médio anual da história do programa).
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade