Terça, 23 De Julho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Caminho de Santa Dulce dos Pobres tem 10 quilômetros


Publicado em 10 de fevereiro de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Operários trabalham na construção da trilha religiosa (Marcos Rodrigues/ASN)

Considerada a mãe dos menos favorecidos, Irmã Dulce terá em Sergipe uma rota de peregrinação entre a capital, Aracaju, onde há uma paróquia que leva o seu nome, até o município de São Cristóvão, lugar em que ela residiu em um convento durante um período da sua vida. Executado pelo Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura (Sedurbi), o Caminho de Santa Dulce dos Pobres será o novo percurso de fé dos católicos e devotos da primeira e única santa brasileira.
Em visita ao canteiro de obras na manhã desta sexta-feira (9), acompanhado por engenheiros fiscais e representantes da empresa responsável pelos serviços, o secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura, Luiz Roberto Dantas, explica que o cronograma de obras se mantém célere. “A execução dos serviços prossegue com três frentes de trabalho, nas quais estão sendo realizadas a regularização do subleito em um trecho de 780 metros de extensão, bem como a pavimentação em paralelepípedo no povoado Candeal, em São Cristóvão, e a instalação de estacas de concreto, que posteriormente terão continuidade nos trechos subsequentes”, detalha.
Tendo o envolvimento consensual entre a Arquidiocese de Aracaju e as prefeituras dos dois municípios, a intervenção foi desenvolvida pela equipe de arquitetura do Programa de Apoio Técnico e Desenvolvimento Municipal do Governo do Estado de Sergipe (Projetar-SE) e tem como principais objetivos valorizar a fé da população sergipana e fomentar o turismo religioso.
O trajeto de dez quilômetros de extensão será executado em paralelepípedo e meio-fio granítico e passa por regiões já povoadas e trafegáveis por veículos, tendo início no bairro Santa Maria, em Aracaju, e término no bairro Caípe Velho, em São Cristóvão. Além do calçamento, o percurso contará com pontos de apoio e algumas intervenções estruturais, a exemplo de mirantes, bancos para oração, quiosques, entre outros.
Até o momento já foram executados 16.800 metros quadrados de pavimentação, o que corresponde a 2,4 quilômetros de extensão, instalados mil metros de estacas de concreto e nove passagens de rede de drenagem fluvial.
Segundo o secretário Luiz Roberto, a grandeza da intervenção se dá por vários aspectos. “Além de ser a maior obra de pavimentação granítica em execução no país e interligar a zona sul de Aracaju à Cidade Mãe de Sergipe, o Caminho de Santa Dulce é uma merecida homenagem à mulher que fez muito pelos mais pobres, uma demonstração de respeito à fé católica, e que fortalece ainda mais a devoção dos fiéis”, pondera.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade