Quinta, 29 De Fevereiro De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

‘Capital do sertão’ recepciona penúltima edição do ‘Sergipe é aqui’


Avatar

Publicado em 06 de dezembro de 2023
Por Jornal Do Dia Se


A enfermeira Rita levou cinco gatos para o castramóvel(Igor Matias/ASN)

Prestes a encerrar o ciclo de 2023, o governo itinerante ‘Sergipe é aqui’ esteve no alto sertão sergipano nesta terça-feira (5). A população de Nossa Senhora da Glória teve à disposição mais de 170 serviços prestados por secretarias, autarquias e órgãos públicos estaduais. O município de Laranjeiras, grande Aracaju, sediará a última edição do programa, prevista para a próxima sexta-feira (15).
A ‘capital do Sertão’, Glória, se tornou também, nesta terça, a capital de Sergipe, com as ações concentradas na Escola Municipal Tancredo Neves. A enfermeira Rita de Cássia levou seus cinco animais para a unidade veterinária Castramóvel, da Superintendência Animal (SupAnimal), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Meio Ambiente, Sustentabilidade e Ações Climáticas (Semac). Ela disse que, antes do ‘Sergipe é aqui’, se deslocou até Monte Alegre à procura de castração. “Fiz a triagem ontem no Castramóvel para avaliar se os animais estão em boa saúde. Estão liberados para a cirurgia!”, disse, referindo-se às quatro gatas e um gato que tutela.

Leite – Destaque na produção leiteira, Nossa Senhora da Glória conta com fabricantes que ostentam o selo do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA), que libera a comercialização em todo o país. Após processo meticuloso de exigências legais, alguns produtores da região estão autorizados a por seus produtos à venda nos supermercados e padarias de todo Brasil.
A Associação Queijeiro Sergipano ainda não alcançou o selo Sisbi, mas participou do ‘Sergipe é aqui’ expondo produtos de fabricação própria, como queijo coalho, muçarela e manteiga, vendidos no comércio local. “Nosso objetivo é comercializar em todo o estado e, futuramente, no país. Por enquanto, nos concentramos aqui em Glória”, informou José Everton, membro da Associação, que recebe o apoio da Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Empreendedorismo (Seteem). “Nossa Associação tem dois anos, mas nossas atividades têm 20”, completou.
O Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS), órgão vinculado à Secretaria do Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), auxiliou os produtores com informações de análises sanitárias. “Estamos em uma bacia leiteira. Viemos divulgar a importância da análise de alimentos. Testamos tanto a parte físico-química, a própria composição da informação nutricional de todos os alimentos, como também a parte microbiológica, que revela a qualidade higiênico-sanitária desses laticínios”, explicou a coordenadora do Laboratório de Bromatologia do ITPS, Karina Leão.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade