Terça, 25 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Cartilha combate o trabalho infantil


Publicado em 12 de junho de 2012
Por Jornal Do Dia


LANÇAMENTO DA CARTILHA

Milton Alves Júnior

Foi lançada ontem na Escola do Legislativo, centro de Aracaju, uma cartilha sobre a exploração do trabalho infantil. A inciativa foi da Central Única dos Trabalhadores (CUT). O lançamento ocorreu no Dia de Combate ao Trabalho Infantil, comemorado ontem em todo o mundo.
O secretário nacional de políticas públicas da CUT, Expedito Solaney, ressaltou em entrevista a importância de cada órgão público e privado no combate a esse problema. "Não somos obrigados a lutar por essa causa, nosso dever é batalhar pelos trabalhadores, pais de família, mas é inadmissível que uma criança deixe de ler e escrever para ficar segurando uma enxada. Estamos tentando contribuir por um país mais justo", declarou o secretário.
Cerca de 50 crianças participaram do evento, que contou com o apoio do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente de Sergipe (FAPETI-SE).
Realidade – "Criança não trabalha, criança dá trabalho. É com essa canção que devemos lutar por um Brasil mais coerente para eles. Se não mudarmos essa realidade agora, o nosso futuro promissor estará comprometido", disse Solaney.
Antes do lançamento da cartilha, uma mobilização foi realizada na praça General Valadão. Em seguida os participantes promoveram uma panfletagem no centro da cidade. Uma passeata pelo calçadão da João Pessoa reforçou o trabalho de divulgação da CUT.
"Frequentemente a CUT de nosso Estado vem recebendo denúncias anônimas quanto a essa exploração infantil, e nós vamos até o local para verificar se a informação procede. É um trabalho em equipe que rende bons resultados", informou Rubens Marques de Sousa, da CUT. Em uma dessas denúncias, identificou-se uma atividade irregular no município de Tomar do Geru no final do ano passado e o Ministério Público do Trabalho (MPT/SE) foi acionado. "Fomos até a pedreira e identificamos o caso. Uma vistoria técnica foi feita e informações concretas foram apresentadas ao MPT", concluiu.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade