Sexta, 21 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Casas do Residencial Mangabeiras são sorteadas


Publicado em 21 de maio de 2024
Por Jornal Do Dia Se


As 1.320 famílias beneficiárias do Residencial Mangabeiras Irmã Dulce dos Pobres SERÃO SORTEADAS ATÉ O DIA 28 DE MAIO (Carlos Alberto Cézar/PMA)

As 1.320 famílias beneficiárias do Residencial Mangabeiras Irmã Dulce dos Pobres, localizado no bairro 17 de Março, zona Sul da capital, agora estão mais próximas de transformar o sonho da casa própria em realidade. A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Assistência Social, deu início na tarde desta segunda-feira (20), aos sorteios das unidades habitacionais que serão destinadas a essas famílias, os quais serão realizados até o dia 28 de maio, no Cine Teatro Hunald Fontes de Alencar, no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) Mariana Martins Moura Souza, no bairro 17 de Março. Neste primeiro dia participaram cerca de 100 famílias que possuem pessoas com deficiência.
A secretária municipal da Assistência Social, Rosária Rabêlo, destacou que esse processo teve início em 2020, em plena pandemia, quando a Prefeitura de Aracaju retirou as famílias da situação de insalubridade em que viviam na antiga ocupação mangabeiras, por meio de uma cuidadosa ação social, e assegurou-lhes o aluguel social, benefício mensal para o pagamento da locação de um imóvel até que as casas sejam entregues.
“Foram quase quatro anos de aluguel social, e durante todo esse período fizemos todo o acompanhamento de todas essas famílias, trabalhando o acolhimento e convivência entre elas. E hoje, depois de tanta expectativa por parte dos moradores, finalmente chegamos ao dia de fazer o sorteio das unidades habitacionais que cada um estará recebendo. A partir desse momento eles têm a convicção de que finalmente vão receber o bem maior do ser humano, que é a sua habitação. São moradores que foram deslocados temporariamente, e agora estão voltando para o mesmo espaço, mantendo aquele sentimento de pertencimento”, afirmou.
Durante o sorteio, a responsável técnica do Projeto de Trabalho Social (PTS) Mangabeiras, Patrícia Oliveira, ressaltou que, ao longo dos últimos dois anos, tem sido importante o trabalho de inclusão social com as famílias, através de cursos e capacitações, qualificação profissional, rodas de conversas, ações voltadas para a educação patrimonial, educação sanitária e ambiental.
O primeiro sorteado foi o barman Ademir Pereira, de 37 anos, que aguarda ansioso a sua nova casa. “Hoje é um dia muito feliz. A gente passou muito tempo no sofrimento, e agora com esse sonho realizado, que é a nossa casa, a emoção está à mil. Eu moro lá desde o começo, então posso dizer que passei por muitas situações difíceis, e agora temos esse alívio enorme de saber que vamos para um lugar organizado, bonito, com uma segurança legal para criar os nossos filhos”, disse.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade