Sábado, 20 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Casos de gripe em crianças lotam postos de saúde


Avatar

Publicado em 22 de março de 2024
Por Jornal Do Dia Se


OS POSTOS DE SAÚDE DA REDE ESTÃO LOTADOS; RECÉM-NASCIDOS E CRIANÇAS ATÉ QUATRO ANOS SÃO OS MAIS VULNERÁVEIS (Marcelle Cristinne/PMA)

Unidades de pronto atendimento, administrados pela Prefeitura de Aracaju, estão registrando ao longo dos últimos dez dias aumento representativo no índice de crianças e adolescentes com sintomas de gripe. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), entre o dia 1º deste mês, e a última terça-feira (19), foram registrados 1.074 atendimentos; já em fevereiro foram registrados 851 prontuários. Os casos mais frequentes envolvem recém-nascidos até os quatro anos. Unidades de referência, os hospitais Fernando Franco e Nestor Piva – zonas Sul e Norte da capital sergipana, respectivamente –, são responsáveis por contabilizar o maior fluxo de pacientes apresentando síndrome gripal. Diante do aumento da circulação dos vírus respiratórios, a perspectiva é que estes casos continuem aumentando.
Pelo coordenador do Hospital Fernando Franco, William Barcelos, foi dito que a chegada do outono – estação iniciada na madrugada da quarta-feira, 20 –, todos os anos contribui para que as unidades de saúde se deparem com a sazonalidade pediátrica. De igual modo ao coordenador, a direção da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) vem alertando os profissionais da área sobre a importância da imunização de bebês prematuros contra o Vírus Sincicial Respiratório (VSR). Este é o principal agente causador de infecção do trato respiratório inferior de crianças nos primeiros anos de vida. Segundo a SBP, o vírus provoca maior gravidade quando acomete bebês prematuros, cardiopatas e portadores de doença pulmonar crônica da prematuridade.
“As síndromes respiratórias, em geral, iniciam com uma tosse, espirro, febre. Esses sintomas, quando não causam uma questão da criança ficar mais debilitada, a gente trata com uma boa hidratação, aerosol, remédio para febre, dor. Mas quando perdura mais de cinco dias, quando a febre aparece mais vezes durante o dia, quando a criança fica mais ‘molinha’, mesmo sem a febre, e, principalmente, quando aparece um cansaço [respiração ofegante], é precisa ter mais atenção e trazer para o hospital”, destacou William Barcelos. Esta semana a administração municipal revelou que a procura pela vacina contra a gripe em Aracaju segue abaixo do previsto. Este cenário negativo não é exclusivo da capital sergipana.
A vacina da gripe tetravalente 2024 é indicada para todas as pessoas a partir de 6 meses de vida; pessoas que apresentaram reações alérgicas aos componentes ou a dose anterior da vacina influenza e crianças com menos de 6 meses não podem receber a vacina influenza. Recomenda-se adiar a vacinação caso o paciente esteja com febre ou tenha sintomas respiratórios no dia da aplicação até o desaparecimento dos sintomas. O imunizante está disponível em unidades de saúde de segunda a sexta-feira. Até a manhã de ontem menos de 10% da população aracajuana havia buscado o imunizante em unidades administradas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade