Quarta, 29 De Maio De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Chuvas provocam alagamentos em Aracaju


Avatar

Publicado em 05 de abril de 2024
Por Jornal Do Dia Se


DIVERSOS BAIRROS DA CAPITAL FICARAM COMPLETAMENTE ISOLADOS DURANTE TODA A MANHÃ, INCLUSIVE A REGIÃO CENTRAL (Rede sociais)

Sergipanos que residem, sobretudo na cidades que compõem a região metropolitana de Aracaju, precisam seguir multiplicando os respectivos cuidados até a tarde deste sábado (6) em decorrência do mau tempo que deve seguir predominando nestas extensões geográficas. Conforme destacado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente, Sustentabilidade e Ações Climáticas (Semac), o mais recente estudo meteorológico divulgado no início da tarde de ontem indica possibilidade de novas chuvas – de moderadas à intensas -, nas próximas horas, acompanhadas de ventos fortes, trovoadas e descargas elétricas. A instabilidade climática ocorreu devido às altas temperaturas e umidade atmosférica, favorecendo a instabilidade termodinâmica, ou seja, a formação de nuvens com trovoadas e descargas.
O temporal que atingiu a capital sergipana entre as 5h e 10h de ontem, contribuiu para que transbordar canal, inundar ruas e avenidas, alagar unidades de saúde, instituições escolares, estabelecimentos comerciais, prédios públicos, residências e as duas rodoviárias. Houve colapso de árvores, placas publicitárias e telhados de estacionamentos em condomínios habitacionais. Na Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Alese), a deputada estadual Linda Brasil (Psol) denunciou que escolas estaduais, a exemplo do Colégio Jackson de Figueiredo, precisaram suspender as aulas devido a precariedade das estruturas; já a Energisa enalteceu a importância de toda a população multiplicar os cuidados com a rede elétrica. Caso seja encontrado algum cabo partido, a orientação é não utilizar nenhum objeto para afastar o cabo, devido ao risco de choque elétrico.
 
Defesa Civil – No que se refere aos múltiplos locais de alagamento e transbordo de canais, a direção da Defesa Social e da Cidadania de Aracaju revelou que a rede de drenagem não conseguiu apresentar operacionalidade adequada diante do volume excessivo da chuva; nos momentos mais intensos, estudos indicam que a intensidade atingiu a marca dos 100 mililitros por hora. Segundo o tenente-coronel e secretário da Defesa Social, Silvio Prado, os pontos mais críticos começaram a apresentar redução dos pontos alagados a partir das 10h30; no início da tarde, por volta das 14h30, todos os pontos anteriormente com ampla dificuldade de tráfego, haviam atingido baixo nível da água, sem contrapontos ao fluxo de veículos e pedestres.
“Nós estamos com cerca de 100 pessoas trabalhando, entre os agentes da Defesa Civil, Emsurb, Emurb, Assistência Social, SMTT, todo mundo comprometido em atender às 21 ocorrências que entraram na manhã de hoje relacionadas às chuvas. Foram 70 mm de chuvas em apenas seis horas, que demandaram essas ocorrências. Algumas sobre riscos de desabamentos e desabamentos parciais, principalmente em cobertura de telhados, mas nenhuma vítima e nenhum ferido. No momento, apenas situações de alagamento e transbordamento de canais, como o canal da avenida Airton Teles e um trecho do canal da Anízio Azevedo, mas nenhuma ocorrência com gravidade”, anunciou o gestor público. O trabalho de limpeza e monitoramento será retomado na manhã de hoje.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade