Sexta, 21 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Cielo vai à final dos 50m com Bruno Fratus


Publicado em 03 de agosto de 2012
Por Jornal Do Dia


Cesar Cielo vai hoje em busca da segunda medalha olímpica, na prova que é a sua especialidade

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br

LONDRES  – Cesar Cielo vai buscar o bicampeonato olímpico dos 50m livre contra o compatriota Bruno Fratus e os norte-americanos Cullen Jones e Anthony Erwin, depois que os quatro se classificaram, nesta quinta-feira, com os melhores tempos para a final da prova mais veloz da natação mundial em Londres.
Cielo, campeão e recordista olímpico e mundial, terminou a primeira semifinal empatado em 21s54 com Jones, enquanto Ervin (21s62) e Fratus (21s63) vieram a seguir na classificação, numa prova em que os oito primeiros passaram para a final de sexta-feira separados por apenas 0s34.

Apesar do equilíbrio entre os finalistas, Cielo cortou para apenas quatro o número de candidatos ao pódio.
"Eu tinha mirado 21s5 e foi bem em cima. Acho que esses quatro são os grandes favoritos para disputar medalha. Tem que pensar em baixar ainda mais o tempo amanhã para pegar essa medalha", disse o nadador, ainda com a respiração ofegante, após sair da piscina do Centro Aquático de Londres.

Nos 50m livre, que são a especialidade de Cielo e a prova para qual ele se preparou mais especificamente para Londres, o nadador disse que vai novamente em busca de seu melhor tempo no ano e que torce para que isso seja o bastante para conquistar o bicampeonato olímpico.

BRUNO FRATUS – À sombra do atual campeão olímpico, o também brasileiro Bruno Fratus, de 23 anos, foi colocado pelo próprio Cielo como um dos candidatos a vencer a final olímpica. O nadador já bateu Cielo uma vez numa competição no Brasil – nos 100m livre no troféu Maria Lenk de 2011- e lembrou que a piscina de Londres tem visto muitos favoritismos afundarem. O quarto tempo não o deixou preocupado em ficar fora do pódio.

"Meu objetivo era classificar entre 1o e 8o. Era classificar para final e ponto", afirmou.

O australiano James Magnussen, que era o maior rival de Cielo antes dos Jogos, mas que decepcionou na final dos 100m livre, ficando em 2o, e também no revezamento 4x100m, prova em que a Austrália ficou fora do pódio, não conseguiu se classificar para a final dos 50m livre.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade