Domingo, 23 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Dengue pode ter matado técnico em enfermagem


Publicado em 30 de maio de 2024
Por Jornal Do Dia Se


APESAR DAS AÇÕES PREVENTIVAS, CASOS DE DENGUE SE REPETEM NO ESTADO (Divulgação/PMA)

Pela segunda vez em menos de 72h, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) se deparou com a informação indicando mais uma morte supostamente provocada pela Dengue em Sergipe. Trata-se de Valdir Fernandes de Almeida Júnior, um profissional da saúde que trabalhava como técnico em enfermagem no Hospital Regional de Itabaiana e no Hospital Universitário de Lagarto. O primeiro caso desta semana foi registrado na terça-feira, 27, quando a Secretaria Municipal de Saúde, na cidade de São Cristóvão, constatou o óbito de Acácia Cristina da Silva Santos, de 47 anos, residente do Conjunto Eduardo Gomes. Apesar dos intensos indícios direcionados para a Dengue, uma perícia está sendo realizada com a perspectiva de confirmar a causa das mortes.
Apesar da existência de vacina contra os efeitos provocados pelo mosquito Aedes Aegypti, a baixa procura nas Unidades Básicas de Saúde tem contribuído para o aumento de casos envolvendo pacientes com complicações. Este cenário negativo não é exclusivo do estado de Sergipe. De acordo com dados atualizados nesta quarta-feira, 29, pelo Ministério da Saúde, o Brasil já registrou mais de três mil mortes confirmadas por dengue neste ano de 2024; com base no Painel de Arboviroses do Governo Federal, a pasta revela que este número equivale a pouco mais de 20 mortes por dia desde o começo do ano. No mesmo período do ano passado (até a semana 20), o país tinha 867 óbitos.
Este é o maior número desde o início da série histórica, em 2000. O recorde anterior de óbitos ocorreu em 2023, com 1.179. Já o terceiro ano com maior número foi 2022 com 1.053. O estado de São Paulo concentrava até o início desta semana o maior número de mortes (805), seguido por Minas Gerais (519), Paraná (367) e Distrito Federal (365). Na outra ponta, Acre e Roraima não registraram nenhum óbito por dengue este ano. Em Sergipe, caso os dois estudos em análise forem confirmados, serão cinco mortes notificadas. Em todo o ano passado foram registrados 296 casos confirmados e nenhuma morte. Houve aumento significativo também no número de amostras recebidas pelo laboratório.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade