Sexta, 21 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Sindisan pede interferência do MPC na concessão da Deso


Publicado em 30 de maio de 2024
Por Jornal Do Dia Se


DIRIGENTES DO SINDISAN COM PROCURADOR (Divulgação/sindisan)

Nesta quarta-feira (29), o procurador-geral Eduardo Santos Rolemberg Côrtes, do Ministério Público de Contas (MPC), recebeu em seu gabinete dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Purificação e Distribuição de Água e em Serviços de Esgotos do Estado de Sergipe (Sindisan) para discutir a situação envolvendo a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso).
Durante a reunião, Sílvio Ricardo Sá e Aécio Ferreira da Silva- presidente e secretário-geral do Sindisan, respectivamente – relataram que o processo de concessão que vem passando a Deso pode vir a acarretar prejuízos para os consumidores e funcionários. Na oportunidade, os dirigentes apresentaram uma cópia da nota técnica do Observatório Nacional dos Direitos à Água e ao Saneamento (Ondas).
Para os dirigentes, o documento aponta irregularidades que podem acarretar problemas nos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário em Sergipe, caso aconteça a concessão da Deso.
Após o detalhamento do relato dos representantes do Sindisan, o procurador-geral destacou a relevância da matéria, por se tratar de um contrato de longa duração (35 anos), de grande impacto financeiro-patrimonial, e com o potencial de afetar as tarifas de serviços essenciais, bem como o acesso à água de milhões de sergipanos. Por isso, enfatizou a necessidade de um acompanhamento da equipe técnica do Tribunal de Contas do Estado assim como da análise do MPC no assunto.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade