Quinta, 22 De Fevereiro De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Deputados aprovam projeto que cria programa Primeiro Emprego


Avatar

Publicado em 24 de agosto de 2023
Por Jornal Do Dia Se


 De acordo com o secretário da Seteem, Jorge Teles, este é um marco importante dentro da implementação do PPE. Foto: Arthuro Paganini/ASN

O Projeto de Lei nº 366/2023, de autoria do Governo de Sergipe, que institui o Programa Primeiro Emprego (PPE) no Estado, foi aprovado pela Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) nesta quarta-feira (23). A propositura tem como objetivo ampliar a inserção e capacitação de jovens sergipanos no mercado de trabalho.
O programa, aprovado por unanimidade, é uma iniciativa do Governo de Sergipe, intermediada pela Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Empreendedorismo (Seteem), e fortalece as políticas públicas da gestão estadual para fomento da geração de emprego e renda no estado, concretizando mais um compromisso assumido com a população sergipana.
“O PPE é a concretização de uma promessa de campanha, do compromisso firmado com a sociedade de gerar emprego e desenvolver Sergipe. Nossa gestão, assim como a juventude, tem pressa de atender as demandas, de melhorar a vida de nosso povo”, afirma o governador de Sergipe, Fábio Mitidieri.
 De acordo com o secretário da Seteem, Jorge Teles, este é um marco importante dentro da implementação do PPE. “Quando você gera emprego, você leva dignidade para sua casa, leva uma condição de subsistência para sua família. É um programa desafiador. Nós sabemos que o país vive um momento de retomada da sua economia. [Em Sergipe], estamos em um período de retomada de investimentos e, nesse período, o que mais se exige é a mão de obra qualificada e é o que o programa também objetiva: qualificar a mão de obra”, finaliza.
 
Objetivos e investimentos – O PPE é destinado aos jovens egressos do ensino médio, técnico ou superior que estejam na faixa etária dos 18 aos 29 anos, em situação de desemprego e sem vínculo formal de trabalho anterior. É uma jornada de incentivo à qualificação profissional, alinhada às demandas do mercado de trabalho, para que estes jovens possam obter sua primeira experiência profissional.
Entre os benefícios, está a oferta de qualificação e de bolsas financeiras por um período de seis meses, que variam de R$ 500,00 para egressos de nível técnico e médio; a R$ 750,00 para egressos de nível superior. 
 Com a aprovação, o projeto passará pelos trâmites legais para sanção da lei e, posteriormente, início das inscrições dos jovens interessados via site do primeiroemprego.se.gov.br.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade