Domingo, 25 De Fevereiro De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Ex-aluno assalta professoras dentro de escola no Coqueiral


Avatar

Publicado em 19 de junho de 2012
Por Jornal Do Dia


Os alunos e professores do Colégio Estadual Senador José Alves do Nascimento, no Bairro Coqueiral, (zona norte da capital), tiveram suas aulas suspensas por conta da violência. Por volta das 7h de ontem, em pleno início das aulas, um rapaz de aproximadamente 18 anos entrou no colégio e, armado com uma faca peixeira, rendeu cinco mulheres que estavam reunidas em uma sala, sendo quatro professoras e uma coordenadora. O bandido, que fugiu do local após o assalto, foi identificado como ex-aluno da unidade de ensino e já está sendo procurado pela polícia.
Segundo o relato da coordenadora do colégio, Lígia Ismerim, o rapaz chegou rapidamente à sala e, muito agressivo, apontou a faca para o pescoço de uma das vítimas, anunciando o assalto. O bandido, aparentemente sob efeito de drogas, exigiu que as educadoras entregassem suas bolsas com dinheiro, celulares, documentos e outros pertences. Após o roubo, ele fugiu. Apesar de nenhuma professora ter ficado ferida, o clima ficou bastante nervoso. "Foi um momento de desespero total", relatou Lígia.
A notícia se espalhou rapidamente no colégio e as aulas chegaram a ser suspensas pelo turno da manhã. A Polícia Militar foi chamada e apurou que o portão de entrada do colégio estava apenas encostado quando o criminoso entrou. Além disso, o vigilante da escola não compareceu ao trabalho na manhã de ontem e nem apresentou justificativa. A direção do José Alves prestou uma queixa na 3ª Delegacia Metropolitana (Santo Antônio), que vai apurar o caso.
Por meio da assessoria de comunicação, a Secretaria Estadual de Educação (Seed) informou que vai abrir um inquérito administrativo para apurar a falta do vigilante e, se este constatar que houve alguma responsabilidade, haverá uma punição. Um novo vigilante foi enviado à escola e as aulas foram retomadas no turno da tarde. A Seed também já pediu que a Polícia Militar reforce o patrulhamento nas ruas do entorno da unidade de ensino. (Gabriel Damásio)

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade