Domingo, 23 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Garis fazem protesto na Barra dos Coqueiros


Publicado em 24 de outubro de 2023
Por Jornal Do Dia Se


Questionado sobre a paralisação anunciada para a próxima sexta-feira, o sindicalista revelou que serão 4h de suspensão, com foco na pressão a ser atribuída diretamente à Prefeitura da Barra dos Coqueiros. Foto: Divulgação/Sindilimp

Milton Alves Júnior
 
Com ticket alimentação atrasado e acumulando condições precárias de trabalho, dezenas de garis e margaridas que prestam serviços na cidade da Barra dos Coqueiros decidiram cruzar os braços no início da manhã de ontem. Esta foi a primeira, de um total de duas mobilizações públicas a serem realizadas esta semana. Ao JORNAL DO DIA, a direção do Sindicato dos Trabalhadores da Limpeza Urbana de Sergipe (Sindilimp/SE), revelou que a classe trabalhadora decidiu articular nova suspensão das atividades na próxima sexta-feira (27). Entre os problemas enfrentados no dia-a-dia, a entidade sindical denuncia, por exemplo, falta de água potável para os agentes de limpeza e equipamentos destinados para o serviço de limpeza.
Presidente do Sindilimp, Anderson Vidal destacou que este tipo de problema é de amplo conhecimento por parte da administração municipal, sobretudo do prefeito Alberto Macedo, mas até o início da tarde de ontem nenhuma medida capaz de atender ao pleito dos profissionais havia sido adotada. Os garis e margaridas são terceirizados, com vínculo direto junto à empresa Via Norte. “Temos conhecimento de funcionários que estão recorrendo a empréstimos para colocar comida dentro de casa, em função desses atrasos. É um comprometimento grave no orçamento familiar que tem ocorrido com frequência. Ainda há o agravamento das condições de trabalho, com uniformes e equipamentos precarizados e ausência de insumos básicos, como água”, denunciou.
Questionado sobre a paralisação anunciada para a próxima sexta-feira, o sindicalista revelou que serão 4h de suspensão, com foco na pressão a ser atribuída diretamente à Prefeitura da Barra dos Coqueiros. A direção do Sindicato dos Trabalhadores da Limpeza Urbana não descartou a possibilidade de a classe trabalhadora analisar a deflagração de greve por tempo indeterminado. “Este é o nosso cronograma de ações. Os trabalhadores lutam por solução dos problemas, mas em contrapartida não visualizam movimentações neste sentido. Se há problema entre a empresa e a prefeitura, então que os impasses sejam corrigidos; os garis estão próximos de atingir o limite máximo da paciência e votar favorável, ou não, por greve”, informou Anderson Vidal.
 
Contraponto – Por meio de nota, a Prefeitura da Barra dos Coqueiros disse que: “a atual gestão busca valorizar seus servidores, sejam eles contratados ou terceirizados, por isso entramos em contato com a direção da empresa para saber sobre as reivindicações feitas pelos funcionários que paralisaram seus trabalhos na manhã desta segunda-feira. Em relação à falta de equipamentos, o supervisor da empresa Via Norte, Daniel Campos, informa que preza pelo bem-estar de seus funcionários e que todos possuem os equipamentos básicos para exercer suas funções, tais quais protetor solar, chapéu, uniformes e garrafas com água potável, para que os servidores possam exercer o importante papel de zelar pela nossa cidade.”
No que se refere ao ticket alimentação, a prefeitura reconheceu que este direito era para ter sido repassado na última sexta-feira (20); fato este que não aconteceu devido a uma falha no sistema. A expectativa por parte da administração municipal é que o repasse aconteça no decorrer desta semana.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade