**PUBLICIDADE
Publicidade

Hospital de Amor precisa atender doentes de câncer que não podem pagar particular


Avatar

Publicado em 02 de março de 2024
Por Jornal Do Dia Se


A Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE) enviou ofício ao Ministério Público Federal solicitando a devida apuração a respeito da denúncia de que o governador de Sergipe, Fábio Mitidieri, criou dificuldades para o funcionamento do Hospital de Amor, construído em Lagarto para atender pelo Sistema Único de Saúde (SUS) aos enfermos com câncer.
A CUT Sergipe destaca que a classe trabalhadora e a população mais pobre de Sergipe são diretamente prejudicadas porque não podem pagar por planos de saúde particulares nem viajar para São Paulo e fazer tratamento para o câncer no Hospital Sírio Libanês.
Conforme a denúncia feita pelo empresário Henrique Prata, o Governo de Sergipe não concedeu chancela no credenciamento 100% SUS do Hospital de Amor, sob a alegação de que pretende, em 2026, inaugurar um Hospital do Câncer em Sergipe.
Segundo Henrique Prata, foi o presidente Lula quem sugeriu a solução de transformar o Hospital de Amor de Lagarto em uma unidade interestadual para prestar assistência à saúde de pacientes de todo o Nordeste, mas mesmo assim ainda seria necessário um ente público para conceder a chancela do credenciamento 100% SUS, o que já vem sendo negociado com a Prefeitura de Lagarto, conforme divulgado no site Destaque Notícias.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade