Terça, 23 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Lula passará Réveillon em base militar no Rio


Avatar

Publicado em 27 de dezembro de 2023
Por Jornal Do Dia Se


Agência Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva viajou nesta terça-feira (26) para o Rio de Janeiro, onde passará o recesso de fim de ano, acompanhado da primeira-dama, Janja Lula da Silva. O local escolhido pelo presidente para passar a virada do ano é a base naval da Restinga da Marambaia, no litoral fluminense, a cerca de 80 quilômetros da capital do Rio de Janeiro. De acordo com a secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, a previsão de retorno do presidente Lula a Brasília é 3 de janeiro.
A base militar é administrada pela Marinha do Brasil, pelo Exército Brasileiro e pela Força Aérea Brasileira (FAB) e é utilizada ainda para treinamento de militares e experimentos de armamentos (principalmente pelo Corpo de Fuzileiros Navais). Ao todo, são 42 quilômetros de praias. Mas, o acesso a esta faixa litorânea da Mata Atlântica é restrito, controlado pela Marinha.
Lula deixou o Palácio da Alvorada, onde passou o Natal com familiares, por volta das 10h30 desta terça-feira, em direção à Base Aérea de Brasília. O embarque ao Rio de Janeiro ocorreu em seguida
Neste ano, Lula passou as folgas de Carnaval e de Corpus Christi hospedado em outra base naval, a de Aratu, na Bahia.
A restinga da Marambaia é tradicionalmente escolhida como destino pelos chefes do Executivo para dias de descanso em feriados. Por lá, já se hospedaram, além do próprio Lula, em 2006, os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Michel Temer e Jair Bolsonaro, enquanto ocupavam a Presidência da República.
Na última sexta-feira (22), durante o encerramento da celebração de Natal de catadores, catadoras e população em situação de rua, a primeira-dama mencionou sobre os dias para descansar, após um ano de “muita luta e reconstrução”, como ela própria definiu. “A gente trabalhou muito. Eu confesso que eu e ele [Lula] estamos bem cansados. Vamos descansar um pouquinho para, no dia 8 de janeiro, que também vai ser um dia muito simbólico, retomar novamente a reconstrução desse país”.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade