Domingo, 26 De Maio De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Mais uma pessoa morre vítima de afogamento


Avatar

Publicado em 14 de maio de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Foto: Reprodução/TV Sergipe

O Instituto Médico Legal (IML) oficializou na manhã desta segunda-feira (13), a décima quinta morte provocada por afogamento no estado de Sergipe no ano. Conforme revelado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), agentes do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) foram acionados na tarde do último domingo para realizar buscas e resgatar um adolescente, de 16 anos, o qual havia desaparecido na região do Porto, no município de Santo Amaro das Brotas – região da Grande Aracaju. O trabalho de buscas foi iniciado menos de uma hora após o primeiro contato com o setor de resgate do CBM e, devido às dificuldades em seguir com as atividades no período noturno, o serviço voltou a ser realizado nas primeiras horas de ontem.
Por familiares foi informado aos peritos que a vítima conhecia o local, possuía o costume de nadar e atravessar o rio, mesmo consciente que a área é apontada pelos Bombeiros como uma região perigosa. As primeiras análises indicam que o adolescente tentava realizar mais uma dessas travessias quando, em determinado ponto do rio, teria parado e clamado por socorro. Testemunhas revelaram que houve inicialmente uma mobilização na tentativa de salvar o garoto, mas em poucos segundos ele teria afundado e desaparecido; a expectativa por parte dos socorristas era que a vítima tivesse conseguido nadar e/ou boiar até a margem, e estivesse preso à vegetação. Populares avistaram o corpo e contactaram a equipe do Corpo de Bombeiros.
O Corpo de Bombeiros segue orientando as pessoas a multiplicar os cuidados no momento de entrar em mares, rios, açudes e piscinas. Pela SSP foi enaltecido que os atos preventivos passam por: manter atenção constante nas crianças; crianças devem ser incentivadas a aprenderem a flutuar a partir de um ano e nadar a partir de quatro anos; nunca nadar sozinho; evitar mergulhar em local onde você desconheça a profundidade; preferir sempre nadar em águas rasas; jamais superestimar sua respectiva capacidade de nadar, bem como ter múltiplos cuidados é fundamental – 46,6% dos afogados acham que sabem nadar.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade