Terça, 21 De Maio De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Maternidade Santa Isabel restringe atendimentos


Avatar

Publicado em 23 de abril de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Esta alteração positiva, sobretudo direcionada para mães, ou crianças prematuras, foi aplicada sob a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), por entendimento da maioria dos 11 ministros que formam o colegiado do Supremo Tribunal Federal (STF).

Devido ao amplo fluxo de acolhimento no Hospital e Maternidade Santa Isabel, a direção da unidade anunciou no início da manhã desta segunda-feira, 22, que precisou voltar a restringir o atendimento no setor de urgência pediátrica. Ao JORNAL DO DIA não foi descartada a possibilidade de suspender – de forma temporária -, novos atendimentos, já que, desde o final da semana passada todos os leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica estão ocupados e os leitos de internação em enfermaria estão com mais de 100% de ocupação. Mesmo após constatar superlotação, o Santa Isabel optou por organizar o espaço, bem como seu respectivo quadro funcional, para seguir acomodando crianças em estado de saúde grave.
O alto índice de crianças diagnosticadas com síndromes gripais tem contribuído diariamente para que o espaço destinado, em especial, para quadros clínicos de elevada gravidade, esteja contabilizando aumento significativo de atendimento. Diante deste cenário, paralelo às orientações apresentadas pela direção do Hospital e Maternidade Santa Isabel, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) também recomenda aos pais – ou responsáveis pelas crianças -, para que, em caso de suspeita de gripe, busque no primeiro momento atendimento em Unidade Básica de Saúde (UBS). Agindo desta maneira, a médica infectologista da SMS, Fabrízia Tavares, acredita que a superlotação no Santa Isabel pode ser minimizada em curto prazo. Aracaju dispõe de 45 unidades básicas.
Estes espaços ofertam serviços variados, a exemplo de consultas, salas de vacina, de curativos e de observação, atendimento odontológico eletivo e de urgência, acolhimento a pacientes com síndromes gripais, testes para detecção da covid-19, HIV, Sífilis, Hepatite e gravidez, aferição de pressão e glicemia entre outros. Conforme identificado e registrado pelo JD, ao longo dos últimos dois anos o Santa Isabel tem registrado superlotação sempre nos meses de abril e maio. Em 2023, por exemplo, devido ao elevado número de pacientes internados, o hospital precisou suspender por mais de uma semana os protocolos de novos atendimentos. Vale recordar o leitor que a unidade oferta assistência à pacientes de alta complexidade na pediatria, com leitos de terapia intensiva pediátrica e neonatal, leitos de semi-intensiva e estabilização.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade