Quarta, 17 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Morre ativista da causa animal


Avatar

Publicado em 21 de março de 2024
Por Jornal Do Dia Se


A ativista da causa animal Maria Nazaré Moraes (Divulgação)

Foi sepultado na tarde de ontem o corpo da ativista da causa animal Maria Nazaré Moraes. Nordestina, natural do estado da Bahia, no início da década passada, após sucessivos anos de dedicação ao acolhimento de animais no estado de Sergipe, no primeiro semestre de 2012 Nazaré decidiu fundar a Organização Não Governamental (ONG), Educação e Legislação (Elan). No decorrer dos últimos 12 anos contribui ainda para a ampliação das atividades desenvolvidas no Instituto Sergipano de Direito Animal, e na Associação Defensora dos Animais São Francisco de Assis (Adasfa). Sinônimo de dedicação à causa, no âmbito do jornalismo, Nazaré Moraes também era protagonista e referência para conceder entrevistas.
A causa da morte não foi revelada pelo Instituto Médico Legal (IML). De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), agentes da Polícia Militar foram inicialmente acionados para atender a ocorrência na região central do município da Barra dos Coqueiros, região metropolitana de Aracaju; profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), também foram encaminhados para o local. O corpo da ativista foi encontrado em estado de decomposição nas dependências internas do galpão pertencente à associação; a busca teve início após amigos e familiares terem percebido a falta de comunicação de Nazaré entre a tarde do domingo, 17, e o início da noite desta terça-feira, 19.
Após profissionais da medicina constatarem o óbito, peritos criminais do IML iniciaram os estudos a fim de identificar a causa da morte, e, em seguida, conduziram o corpo para a sede do Instituto, em Nossa Senhora do Socorro, também na região metropolitana da capital sergipana. Aos peritos, amigos que acompanhavam o trabalho revelaram que ao longo dos últimos meses Nazaré apresentava e se queixava de diversos problemas de saúde, entre eles, no coração. Em memória ao legado da ativista, e contínua ação em prol dos animais, colaboradores da ONG reafirmaram a missão de continuar com o trabalho social. A organização atua educando, combatendo crimes, providenciando que as leis sejam aplicadas.
A Elan busca controlar a população de animais domésticos por esterilização cirúrgica, defende a guarda responsável de animais, o bem estar animal, e a domiciliação de animais abandonados, saúde pública envolvendo zoonoses.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade