Quarta, 12 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

MULHER DE CACHOEIRA ENTRA NA MIRA DA PF E É DENUNCIADA


Publicado em 31 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


ANDRESSA PRESTA DEPOIMENTO

Luciana Lima
Agência Brasil

Brasília – Em depoimento na manhã de ontem na Polícia Federal (PF) em Goiânia, Andressa Mendonça, mulher do empresário Carlos Augusto de Almeida Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira, permaneceu em silêncio. De acordo com informações da Polícia Federal, ela terá que pagar uma fiança de R$ 100 mil e está proibida de se comunicar com qualquer pessoa investigada nas operações Monte Carlo e Vegas, inclusive com o marido.

Preso desde 29 de fevereiro, Cachoeira é acusado de ser o líder da organização criminosa que envolveu políticos e empresários. Andressa é suspeita de ter tentando chantagear o juiz Alderico Rocha Santos com o objetivo de convencê-lo a libertar Cachoeira e absolvê-lo das acusações.

Alderico Rocha Santos é o segundo juiz do caso. O primeiro, Paulo Moreira Lima, responsável por autorizar as escutas telefônicas que baseiam as denúncias, pediu afastamento em meio a ameaças.

Condições – Andressa foi conduzida ontem de forma coercitiva à Polícia Federal, onde chegou às 9h30. Ela deixou a sede da corporação em Goiânia às 12h15. Após o depoimento, obteve três dias para o pagamento da fiança estipulada. Caso o pagamento não seja efetuado e se identifique contato de Andressa com os investigados, a Justiça pode determinar sua prisão preventiva.

Além do depoimento, a Polícia Federal também apreendeu na casa de Andressa dois computadores, dois tablets e documentos que serão objeto de investigação. As ações foram determinadas no domingo (29) pelo juiz federal Mark Yshida Brandão, diretor do Foro da Seção Judiciária de Goiás, durante o plantão judiciário.
Os mandados foram efetuados em resposta à representação encaminhada pelo Ministério Público Federal sobre a tentativa de corrupção.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade